Draghi pede mais medidas aos políticos

  • Juliana Nogueira Santos
  • 28 Setembro 2016

Em Frankfurt , o presidente do Banco Central Europeu já discursou, reiterando políticas fiscais mais robustas. O segundo desafio será à tarde no parlamento alemão.

Mario Draghi reiterou que a Zona Euro necessita de medidas mais robustas dos países. “Precisamos de prescrever políticas mais robustas à composição ótima de política fiscal para promover o crescimento”, disse o presidente do Banco Central Europeu em Frankfurt, na Alemanha.

Frente aos académicos presentes na primeira conferência anual de research do BCE, Draghi sublinhou que são precisas reformas estruturais, consideradas politicamente difíceis, para assim conseguir retirar o nível de juros dos mínimos que são tão criticados.

 

Draghi fez questão de responder a quem tem atacado a sua receita para a resolução da crise económica europeia, dizendo que uma inação por parte do banco central teria penalizado os países “mais vulneráveis na nossa sociedade que são afetados pelo desemprego”.

Esta é a primeira de duas aparições de Draghi, visto que que marcará presença mais à tarde no parlamento alemão, casa de alguns dos maiores críticos das suas políticas de taxas e compra de ativos, os deputados alemães. Esta será, para eles, uma das raras oportunidades para exercer pressão para o fim das taxas de juro que estão em mínimos históricos.

 

 

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Draghi pede mais medidas aos políticos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião