Inflação espanhola sai de terreno negativo

  • Juliana Nogueira Santos
  • 29 Setembro 2016

Os preços subiram 0,3% em setembro, estabelecendo-se como a primeira subida de preços em 14 meses. O valor ainda não é suficiente para cumprir a meta de Bruxelas.

Setembro foi o mês de mudança na inflação espanhola. Os preços registaram uma subida de 0,3%, comparando com o mesmo mês do ano anterior, estabelecendo-se como o primeiro aumento de preços desde julho de 2015.

Os dados do Índice de Preço no Consumidor – IPC – divulgados hoje pelo Instituto Espanhol de Estatística mostram também que, em termos mensais, os preços subiram 0,1% em relação ao mês anterior.

A taxa tem-se mantido negativa decorridos 14 meses, excetuando no mês de dezembro, tendo atingido o seu mínimo em abril desde ano, quando marcou -1,1%. Contudo, esta viragem já era esperada, visto que em agosto a baixa de preços tinha sido de apenas 0,1%.

Ao considerar o IHPC – ou seja, o índice harmonizado com o resto da União Europeia – o aumento de preço foi de apenas 0,1%, ficando ainda assim no patamar positivo.

Embora não se saiba ainda quais foram os produtos que sofreram alterações de preços, o organismo oficial de estatística espanhol afirma que estas foram causadas pela subida dos preços dos combustíveis e da eletricidade, valores que caíram exponencialmente em 2015.

Espanha está ainda longe de atingir a meta de inflação estabelecida por Bruxelas de dois pontos percentuais.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Inflação espanhola sai de terreno negativo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião