Snapchat vai deixar de partilhar receitas com produtores de conteúdo

As empresas de media que são parceiras da aplicação vão passar a receber um valor fixo, em vez de receberem uma parte das receitas que o Snapchat consegue com anúncios publicitários.

Há novas regras para a secção “Discover” da aplicação Snapchat. A empresa vai deixar de partilhar as receitas de publicidade com os produtores de conteúdo e, em vez disso, passará a pagar-lhes um valor fixo, num modelo semelhante ao das estações de televisão quando compram conteúdos, avançou esta quarta-feira o site Re/Code.

São duas faces de uma mesma moeda. Por um lado, os produtores deixarão de ter de se preocupar com os anúncios, pois o pagamento é garantido pela empresa. Mas, por outro, a ideia vai limitar a quantidade de receita que os parceiros do Snapchat podem obter ao fazerem conteúdo para essa área da aplicação.

A secção “Discover” foi lançada no ano passado e, até agora, as empresas de media que o Snapchat aceitou como parceiras podiam vender anúncios integrados no próprio conteúdo que produziam. Ao mesmo tempo, a equipa comercial da aplicação podia também vender anúncios integrados nesse mesmo conteúdo. As receitas variavam e eram, então, partilhadas entre a empresa e os produtores, algo que deverá deixar de acontecer.

A ideia do valor fixo pago aos produtores de conteúdo não é uma ideia nova: segundo a Re/Code, o Facebook e a Apple também têm programas deste género. Assim, com esta nova modalidade, o Snapchat fica com o controlo total dos anúncios que mostra aos utilizadores na aplicação.

A proposta tem vindo a ser apresentada aos vários parceiros nas últimas semanas. É também mais um caso em que os produtores são pressionados a cederem os conteúdos às grandes empresas que detêm as plataformas de distribuição (redes sociais), do qual os “artigos instantâneos” do Facebook são apenas um exemplo.

Esta medida surge numa altura em que o Snapchat (Snap Inc.) se prepara para uma entrada em bolsa, no próximo ano. Além disso, a empresa contratou recentemente um novo diretor comercial. Atualmente, o Snapchat é avaliado em, pelo menos, 13,6 mil milhões de euros, o equivalente a 15 mil milhões de dólares. Os lucros situam-se perto dos 908,8 milhões de euros, ou mil milhões de dólares.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Snapchat vai deixar de partilhar receitas com produtores de conteúdo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião