Quatro pontos separam os candidatos à presidência dos EUA

Hillary Clinton recuperou do impacto provocado pelas investigações do FBI e está à frente de Trump. Mas a distância é curta.

Hillary Clinton tem uma vantagem de quatro pontos percentuais sobre Donald Trump, de acordo com a última sondagem feita pelo Wall Street Journal (acesso pago), em conjunto com a CNN. Mas, a dois dias das eleições que vão decidir quem assume a presidência dos Estados Unidos, a distância é cada vez mais curta.

A sondagem mostra que 44% dos eleitores norte-americanos deverão votar na candidata democrata, enquanto outros 40% dão o seu voto ao candidato republicano. Apenas 6% apoiam Gary Johnson, do Partido Libertário, e 2% apoiam a candidata do Partido Verde, Jill Stein.

Clinton tremeu, mas não caiu

Hillary Clinton já conseguiu recuperar do impacto provocado pelas investigações do FBI, que decidiu reabrir o caso dos emails que a candidata enviou através da sua conta pessoal, quando era senadora. O episódio catapultou Trump nas sondagens e o republicano chegou mesmo a ultrapassar a adversária.

Agora, a balança volta a pender para o lado de Clinton, mas a candidata democrata continua longe dos 11 pontos de vantagem que tinha em meados de outubro — antes da investigação do FBI.

Uma grande parte desta recuperação de Trump, nota o Wall Street Journal, resulta do apoio que tem conseguido dentro do próprio partido, depois de, durante muito tempo, ter sido recebido com desconfiança. Neste momento, a percentagem de democratas e republicanos que apoiam os respetivos candidatos é exatamente a mesma: 82%.

Brancos licenciados: o calcanhar de Aquiles de Trump

O ponto fraco de Trump continuam a ser os brancos licenciados, segmento que, regra geral, o Partido Republicano conquista com facilidade. Desta vez, não está a ser o caso: 47% dos eleitores brancos com um curso universitário de quatro anos deverão votar em Clinton; só 40% deverão votar em Trump.

Já entre os eleitores brancos não licenciados, a vantagem de Trump é clara: 57% sobre 25% de Clinton.

Mas há outro ponto claramente a favor da candidata democrata: entre os eleitores que já votaram (podem fazê-lo antecipadamente), Clinton tem uma vantagem de 12 pontos percentuais sobre Trump.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Quatro pontos separam os candidatos à presidência dos EUA

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião