Montepio já está no PSI-20. Ações chegam em maio

  • ECO
  • 10 Abril 2017

A entrada de novos acionistas no capital do banco liderado por Félix Morgado acontece já no próximo mês. Isto depois de a assembleia-geral do Montepio ter aprovado a passagem a sociedade anónima.

OMontepio não é novo no PSI-20, mas as ações do banco só chegam ao índice de referência em maio. No próximo mês, quem for titular de unidades de participação da Caixa Económica passa a a ser acionista da instituição financeira liderada por Félix Morgado. Uma alteração que acontece depois de a assembleia-geral ter aprovado, por unanimidade, a transformação do banco em sociedade anónima e a alteração dos estatutos. A conversão será automática, sem que os investidores tenham de fazer qualquer operação.

Foi no início deste mês que o Montepio aprovou a passagem a sociedade anónima. Isto permitirá a entrada no capital do banco de novos acionistas, limitada a acionistas de caráter social, tal como é o caso da Santa Casa que já demonstrou o seu interesse. O Jornal de Negócios (acesso pago) refere que esta mudança vai acontecer já no próximo mês. Ou seja, quem for titular de unidades de participação da Caixa Económica passa a ser acionista do banco. Isto numa altura em que uma ação vale 42 cêntimos.

“Com a entrada em vigor dos novos estatutos da Caixa Económica Montepio Geral, após a transformação jurídica em sociedade anónima, as unidades de participação do fundo de participação passam a ações ordinárias com direito a voto, logo que esteja concluído o processo de transformação”, diz o banco, citado pelo jornal.

Esta alteração faz com que o capital do Montepio passe a ser de 2.170 milhões. Deste valor, a Associação Mutualista, a dona do Montepio, detém 2.055 milhões, ficando com 94,7% do capital do banco. Já o restante capital, referente às unidades de participação, será disperso por pequenos investidores, que não deverão ficar com participações superiores a 2%.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Montepio já está no PSI-20. Ações chegam em maio

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião