Rússia dá golpe nos cortes de petróleo. Preços afundam mais de 3%

  • Ana Batalha Oliveira
  • 5 Julho 2017

O barril de petróleo está a cair de mais de 3% nos mercados internacionais depois de a Rússia anunciar que se opõe a cortes mais profundos na produção.

A Rússia declara-se contra mais cortes na produção pois “não quer passar a mensagem errada aos mercados”. Uma declaração que pôs fim à recuperação das cotações do petróleo, levando o preço da matéria-prima a cair mais de 3%. O preço do barril está de regresso à fasquia dos 45 dólares.

Esta quarta-feira, o barril de petróleo recuava 3,64% para os 45,36 dólares no West Texas Intermediate (WTI), negociado nos EUA. Quebras semelhantes foram registadas no londrino Brent, referência para Portugal, cujos contratos desvalorizavam 3,10% para os 48,07 dólares.

Os investidores retraíram-se após as declarações da Rússia, um dos maiores produtores de petróleo, que afirmou discordar de um aumento nos cortes na produção de petróleo, preferindo manter as condições atuais do acordo com os restantes países da OPEP. Os mercados receiam agora que os cortes acordados não sejam suficientes para compensar o aumento da produção da matéria-prima noutras economias, como é o caso da americana.

O acordo havia sido recentemente afetado pelos aumentos na produção norte-americana, receios que acalmaram com as notícias de que as reservas teriam sofrido reduções nas últimas semanas. No arranque desta semana, o barril valorizava para perto dos 50 dólares, mas está novamente mais perto dos 45 dólares.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Rússia dá golpe nos cortes de petróleo. Preços afundam mais de 3%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião