Portugal tenta obter até 1.750 milhões em bilhetes do Tesouro na próxima semana

Portugal volta ao mercado na próxima semana com dois leilões de dívida de muito curto prazo. Casalinho sinalizou hoje maior conforto dos investidores com a capacidade de crédito do soberano.

Portugal volta ao mercado de dívida já na próxima quarta-feira, com o objetivo de conseguir financiar-se entre 1.500 e 1.750 milhões de euros em bilhetes do Tesouro a seis e 12 meses.

Os dois leilões de dívida de curto prazo foram anunciados esta sexta-feira pelo IGCP e surgem depois da estreia no mercado de muito longo prazo esta semana, com um levantamento de 315 milhões de euros em obrigações a 28 anos a uma taxa de juro abaixo de 4%.

Cristina Casalinho revelou esta sexta-feira que há cada vez mais investidores interessados e confortáveis com Portugal, razão pela qual considerou o resultado do último leilão “encorajador” e um sinal de que o mercado já está a antecipar uma subida do rating para fora do nível “lixo”.

Em 2016, o total da dívida de curto prazo emitida pagou em média um juro perto de zero. Bilhetes do Tesouro tem taxas muito mais baixas porque são título bastante líquidos e o prazo de maturidade bastante curto, até 12 meses, retira algum do risco com a capacidade de crédito do Estado.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Portugal tenta obter até 1.750 milhões em bilhetes do Tesouro na próxima semana

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião