Resultados da Galp animam PSI-20. BCP recupera da queda

  • Juliana Nogueira Santos
  • 31 Julho 2017

A petrolífera portuguesa apresentou os resultados antes da abertura dos mercados e levou a bolsa nacional a começar a última sessão do mês no verde.

A última sessão do mês de julho começou solarenga na bolsa portuguesa. Com dez das 19 cotadas a começarem o dia em terreno positivo, o PSI-20 abriu a valorizar 0,40% impulsionado pelos resultados da Galp e a recuperação do BCP.

A Galp Energia animou o início da sessão, avançando 1,05% para 13,53 euros. Os investidores reagem assim aos bons resultados da empresa liderada por Carlos Gomes da Silva, que mostram um aumento vendas de gás natural, assim como da produção de petróleo e de gás.

A petrolífera portuguesa apresentou, antes da abertura dos mercados, os resultados relativos ao primeiro semestre do ano, tendo registado um aumento dos lucros de 250 milhões. O EBITDA fixou-se nos 892 milhões de euros. No setor energético, a EDP também iniciou as negociações em terreno positivo, avançando 0,13% para 2,97 euros.

Depois de terem fechado a semana a cair mais de 4%, os títulos do BCP seguem a recuperar, valorizando 0,58% para 24 cêntimos. Os CTT também iniciaram a sessão no verde, subindo 0,49% para 5,55 euros., no dia em que serão conhecidos os resultados da distribuidora.

A registar desempenhos menos positivos está a EDP Renováveis, cujos títulos continuam a negociar perto dos 6,75 euros oferecidos pela EDP. A empresa de energias limpas desvalorizava 0,24% no início da sessão, para 6,74 euros. No setor da banca, o Montepio também deslizou no início desta sexta-feira, caindo 0,20% para 1,00 euros.

A Semapa, que reportou resultados positivos na passada sexta-feira, iniciou a sessão a cair 0,39%, tendo aumentado a desvalorização para 1,39% para os 16,39 euros. Ainda que os resultados da Navigator, uma das empresas controladas pela holding liderada por Pedro Queiroz Pereira, fossem já conhecidos, os resultados da Secil, a sua unidade de cimentos, divulgados na sexta-feira, registaram uma perda de 12,4 milhões de euros no primeiro semestre, influenciando negativamente os títulos da holding.

Na Europa, as principais praças seguem tingidas de verde, com o Stoxx 600 a valorizar 0,39% para 379,82 pontos, o espanhol IBEX-35 a subir 0,43% para 10.581,40 pontos e o alemão DAX a crescer 0,15% para 12.184,12 pontos.

(Notícia atualizada às 8h33 com mais informação.)

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Resultados da Galp animam PSI-20. BCP recupera da queda

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião