Gru já pode ficar bem disposto: ganha recorde de bilheteira

  • Ana Batalha Oliveira
  • 8 Agosto 2017

"Gru, o mal disposto" é o protagonista dos três filmes que, juntamente com a película Minions, conseguiram o novo recorde de presenças nas salas de cinema em todo o mundo.

Três mil milhões compraram bilhete para assistir aos três filmes do maldisposto Gru e dos seus companheiros Mínimos, em todo o mundo. Passam assim à frente do ogre Shrek, que detinha o anterior recorde entre os filmes de animação.

Gru – O Maldisposto 3 está agora em exibição nas salas portuguesas. É o quarto filme da saga de animação que atraiu a maior massa de espetadores da história do cinema. Até agora, as contas das produtoras Illumination Entertainment e Universal Pictures foram animadas em 2.992 milhões de euros. Os filmes de Shrek arrecadaram 2.970 milhões de euros. Em Portugal, só até à quinta-feira passada, mais de meio milhão de espetadores já tinha visto o novo filme.

O quarto filme da saga, Gru – O Maldisposto 3 já é o maior sucesso de bilheteira de 2017 a nível mundial, com lucros acima dos 746 milhões de euros. Já o filme Mínimos, que estreou em Portugal em 2015 e mundialmente, só não ultrapassou o sucesso Frozen nas receitas. A este antecederam Gru – O Maldisposto 2 (2013) e o primeiro Gru – O Maldisposto, que data de 2010.

O diretor executivo da Illumination Entertainment, Chris Meledandri, coloca como objetivos “criar uma empresa mais eficiente e ágil que o resto da indústria, um modelo económico que possa assegurar o êxito mesmo quando abordamos temas fora do comum”, desvenda em declarações ao El País. É que apesar das centenas de milhões de euros em lucros, o primeiro filme da saga custou apenas 60,5 milhões de euros e o segundo 66,7 milhões de euros, uma fórmula que se repete nos restantes.

Comentários ({{ total }})

Gru já pode ficar bem disposto: ganha recorde de bilheteira

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião