Juros descem à boleia do BCE. Renovam mínimos de maio de 2015

  • Juliana Nogueira Santos
  • 27 Outubro 2017

O BCE vai prolongar o programa de estímulos até setembro de 2018 e os mercados continuam a aplaudir, com os juros da dívida nacional a renovarem mínimo de maio de 2015.

Os juros da dívida continuam a afundar no seguimento da decisão do Banco Central Europeu. A instituição liderada por Mario Draghi vai cortar o programa de estímulos, mas vai prolongar o período durante o qual estes vão estar em vigor, pelo menos até setembro de 2018.

Nos mercados, as taxas de juro associadas à dívida soberana portuguesa seguem em queda, com o taxa a dez anos a renovar mínimos de maio de 2015, recuando 1,2 pontos base para 2,22%. Nas maturações mais curtas a tendência é a mesma, com a taxa a cinco anos a cair 1,8 pontos base para 0,85%.

Taxa a dez anos renova mínimos de maio de 2015

Fonte: Bloomberg

Os juros da dívida portuguesa reagiram automaticamente às notícias do BCE, nesta quinta-feira, e continuam no mesmo caminho nesta sexta-feira. Em declarações ao ECO, vários analistas antecipam que a decisão do BCE não vai sortir qualquer consequência negativa para as contas públicas nacionais.

“Em termos gerais, o resultado da reunião é positivo para a periferia do euro, incluindo Portugal“, diz Jens Peter Sørensen, analista chefe do Danske Bank, ao ECO.“Na verdade, o BCE não está a comprar muita dívida portuguesa se comprarmos com o que acontece com Itália. Por isso, a reação será mais neutra nas obrigações portuguesas do que é nas obrigações italianas” exemplifica.

(Notícia atualizada às 11h18 com mais informações)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Juros descem à boleia do BCE. Renovam mínimos de maio de 2015

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião