“Cobarde ato de terrorismo” em Manhattan causou oito mortos

  • Lusa
  • 31 Outubro 2017

A carrinha alugada atingiu pelo menos 15 pessoas, causando a morte de oito e ferimentos em nove.

Pelo menos oito pessoas morreram quando um homem conduziu uma carrinha para uma ciclovia movimentada perto do memorial do World Trade Center, em Manhattan, Nova Iorque, disse o ‘mayor’ da cidade norte-americana.

O presidente da Câmara de Nova Iorque (‘mayor’), Bill de Blasio, afirmou que o ataque foi “um ato de terrorismo”.

“Foi um cobarde ato de terrorismo contra civis inocentes”, afirmou.

A carrinha, que tinha sido alugada, atingiu várias pessoas, causando feridos, com o condutor a abandonar depois a viatura com duas armas de imitação nas mãos.

O homem foi atingido pelas autoridades e acabou por ser detido, com a ocorrência a ser investigada como um possível caso de terrorismo.

O presidente Donald Trump, na rede social Twitter, considerou o atacante como uma “pessoa doente e desequilibrada”.

O governador de Nova Iorque, Andrew Cuomo, afirmou que o ataque foi efetuado por “um lobo solitário”, explicando que não existem indícios que apontem para um plano de maior dimensão.

(Notícia atualizada às 00h12 com atualização do número de mortos)

Comentários ({{ total }})

“Cobarde ato de terrorismo” em Manhattan causou oito mortos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião