Mercedes vai chamar à revisão mais de 20 mil veículos na China

  • Lusa
  • 14 Fevereiro 2018

A Mercedes-Benz China fará a revisão de 1.886 automóveis desportivos importados Classe S, Classe C e GLC, fabricados entre julho e dezembro de 2016.

O construtor automóvel alemão Mercedes-Benz e a sua joint-venture chinesa Beijing Benz Automotive vão chamar à revisão 20.779 veículos na China, devido a cintos de segurança defeituosos, informaram hoje as autoridades encarregadas do controlo de qualidade.

A Beijing Benz Automotive vai fazer a revisão de um total de 18.893 automóveis Classe C e GLC, fabricados entre outubro de 2016 e fevereiro de 2017, detalhou a Administração-Geral de Supervisão da Qualidade, Inspeção e Quarentena do país, citada pela televisão estatal CCTV.

A Mercedes-Benz China fará a revisão de 1.886 automóveis desportivos importados Classe S, Classe C e GLC, fabricados entre julho e dezembro de 2016.

As autoridades chinesas referiram que os cintos de segurança podiam não funcionar em caso de acidente, o que supõe um risco para a segurança do condutor.

As revisões, realizadas gratuitamente, vão começar a 9 de março.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Mercedes vai chamar à revisão mais de 20 mil veículos na China

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião