“O PSD é muito mais que o grupo parlamentar”, diz Salvador Malheiro

  • ECO
  • 11 Março 2018

O vice-presidente do PSD admite que a eleição de Fernando Negrão causou "contratempos", mas desvaloriza a questão, argumentando que o PSD é "muito mais" que o grupo parlamentar.

“É importante ter-se a noção de que o PSD é muito mais do que o seu grupo parlamentar na Assembleia da República“. A frase é de Salvador Malheiro, vice-presidente do PSD, em entrevista ao Diário de Notícias este domingo. O social-democrata pede aos deputados que mostrem “solidariedade” e “coesão” em torno de Rui Rio. Já sobre o CDS, que realiza o seu congresso este fim de semana, Malheiro refere que “o PSD sozinho tem uma capacidade de penetração no centro-esquerda muito maior”.

Para o presidente da Câmara de Ovar “a comunidade nacional e o país são muito mais do que aquilo que se passa na Assembleia da República“. Salvador Malheiro vai mais longe: “Aliás, acho mesmo que a realidade que as pessoas têm quando confinadas naquele espaço é completamente distinta da que existe cá fora”. Mas, ao mesmo tempo, elogia os deputados social-democratas pelas suas capacidades técnicas.

Esta é uma questão sensível uma vez que no grupo parlamentar do PSD existem muitos deputados que estiveram contra Rio nas diretas. Também Salvador Malheiro reconhece essa dificuldade, principalmente por causa da eleição de Fernando Negrão, mas diz que o tema está ultrapassado: “A escolha do Dr. Negrão também causou ali alguns contratempos e é natural que tivesse havido esse momento pontual, que eu penso que já está sanado”. “Todos os nossos deputados sabem, naturalmente, que representam o PSD e vão querer estar a funcionar como autênticos braços armados do presidente do partido“, considera.

O PSD sozinho tem uma capacidade de penetração no centro-esquerda muito maior do que indo com o CDS.

Salvador Malheiro

Vice-presidente do PSD

Numa altura em que o CDS está a realizar o seu 27.º congresso, o vice-presidente do PSD diz que todas as opções estão em aberto sobre as alianças para as eleições legislativas. Ainda que os centristas já tenham dito que irão sozinhos a votos, Salvador Malheiro considera que “estão os cenários todos em aberto”. Mas o social-democrata acredita que existem vantagens em o PSD ir sozinho a votos também: “O PSD sozinho tem uma capacidade de penetração no centro-esquerda muito maior do que indo com o CDS”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

“O PSD é muito mais que o grupo parlamentar”, diz Salvador Malheiro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião