Nos estreia-se com rating de investimento pela S&P e Fitch

Foi atribuída à telecom a primeira notação de rating de crédito de longo prazo, com a atribuição de uma notação de investment grade de BBB- pela Standard & Poor's e de BBB pela Fitch.

A Nos estreou-se na avaliação da Standard & Poor’s e da Fitch com uma classificação de grau de investimento, em linha com a notação financeira atribuída ao rating da República.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de valores Mobiliários, a empresa liderada por Miguel Almeida informa que a Standard & Poor’s atribui uma classificação de BBB- à dívida da Telecom, enquanto a Fitch a coloca em BBB, com outlook estável por parte de ambas.

Para a Standard & Poor´s esta classificação resulta da “liderança na TV por Subscrição e posição número dois na Banda Larga Fixa e serviços móveis pós-pagos, graças ao nível de investimento nas redes e a uma marca forte, que resultaram num forte crescimento orgânico” da Nos, cita a telecom no comunicado enviado ao regulador. A Standard & Poor’s acrescenta ainda que “a Nos tem um balanço sólido, uma política financeira conservadora, e uma geração de free cash flow robusta”.

Já a Fitch considera que a notação da Nos “tem em conta a sua forte posição de mercado” e que esta tem “desenvolvido estratégias comerciais e de rede, bem como políticas financeiras, consistentes com o rating de BBB”. Esta agência acrescenta ainda que “O cash flow sólido e a política consistente de remuneração acionista suportam as métricas financeiras alinhadas com o rating de BBB”, explica a empresa liderada por Miguel Almeida.

São boas notícias para a Nos, sendo que apenas a REN e a Brisa concessões rodoviárias também merecem a atribuição de um rating de qualidade.

Ao obter o rating de crédito de longo prazo de Investment Grade pela Standard & Poor´s e pela Fitch, a Nos reforça as condições para diversificar ainda mais as suas fontes de financiamento, estender a maturidade média da sua dívida e continuar a diminuir o custo médio da dívida.

A Nos chegou ao final do ano passado com uma dívida de cerca de mil milhões de euros, com um custo médio de 1,9%. A empresa liderada por Miguel Almeida fica com a porta aberta agora para ir ao mercado emitir a um preço mais baixo e proceder ao respetivo rollover.

“É com orgulho que vemos reconhecida pela S&P e pela Fitch, a robustez financeira da Nos. Este reconhecimento vem confirmar a confiança da comunidade financeira na empresa, na sua estratégia e no seu sucesso futuro“, comentou Miguel Almeida no seguimento dessa melhoria de rating.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Nos estreia-se com rating de investimento pela S&P e Fitch

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião