Presidente da Visabeira sugere “diferenciação positiva fiscal” para empresas que se fixem no interior

  • ECO
  • 25 Março 2018

Com sede em Viseu, o grupo Visabeira sugere que devem ser criadas medidas fiscais para empresas que se fixem no interior do país.

O presidente executivo da Visabeira defendeu que devem ser criados incentivos fiscais para apoiar empresas que optem por se fixar no interior do país. O grupo tem sede em Viseu e, em entrevista ao Jornal de Negócios e rádio Antena 1, Nuno Miguel Marques disse que não está nos planos da empresa deslocar-se para uma região do litoral.

Ainda assim, o gestor disse: “Pretendíamos ter uma carga fiscal mais reduzida”, referindo-se às “questões do interior” que são “um tema que tem sido muito abordado”. Assim, sugeriu que “as empresas que não estão nos grandes centros urbanos e não estão na zona do litoral” devem “de alguma forma ser beneficiadas com uma diferenciação positiva ao nível fiscal”.

Temos consciência de que essa ação de diferenciação positiva ao nível fiscal, com outras ações, poderiam ajudar a que houvesse maior fixação de recursos e empresas no interior do país.

Nuno Miguel Marques

Presidente executivo da Visabeira

“Temos consciência de que essa ação de diferenciação positiva ao nível fiscal, com outras ações, poderiam ajudar a que houvesse maior fixação de recursos e empresas no interior do país e poderiam ajudar a dinamizar ainda mais essa região”, garantiu Nuno Miguel Marques na mesma entrevista.

Citado pelo Jornal de Negócios, o gestor referiu ainda que as estradas continuam a ser um problema para uma empresa com sede em Viseu. Nuno Miguel Marques referia-se, em particular, ao IP3 e defendeu uma requalificação desta infraestrutura rodoviária.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Presidente da Visabeira sugere “diferenciação positiva fiscal” para empresas que se fixem no interior

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião