Acionistas aprovam saída de bolsa da Luz Saúde

Dona do Hospital da Luz vai mesmo sair de bolsa. A decisão foi tomada, esta sexta-feira, pelos acionistas reunidos em assembleia geral extraordinária.

Os acionista da Luz Saúde decidiram, esta sexta-feira, em assembleia geral extraordinária, que a empresa vai mesmo sair de bolsa. “Foi deliberada pelos senhores acionistas a perda da qualidade de sociedade aberta da Luz Saúde“, lê-se no comunicado enviado à CMVM.

De acordo com o documento, a decisão foi “aprovada por uma maioria de 98,799% do capital social” da dona do Hospital da Luz. A Fosun tem 98,799% do capital e direitos de voto. Ou seja, foi a única a votar a saída, não contando com o apoio dos restantes pequenos investidores.

Há cerca de um mês, a Luz Saúde tinha convocado os acionistas para “deliberar sobre a perda da qualidade de sociedade aberta”, operação na qual ficou definido que a contrapartida para a saída do mercado de capitais seria de 5,71 euros.

“A Fidelidade [detida pela Fosun] considera que a contrapartida de 5,71 euros por ação da Luz Saúde constitui uma contrapartida adequada, incluindo um prémio de 2,77 euros relativamente à cotação média ponderada”, adiantou, na mesma altura, a seguradora. Entretanto, os títulos dispararam em bolsa, encerrando a última sessão nos 5,65 euros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Acionistas aprovam saída de bolsa da Luz Saúde

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião