PLMJ lança piloto de sistema de Inteligência Artificial KIRA

A PLMJ Advogados anuncia um novo programa piloto de inteligência artificial da Kira, que consiste numa solução de aprendizagem automática (Machine Learning) de análise de contratos.

A PLMJ Advogados anuncia um novo programa piloto de inteligência artificial da Kira, que consiste numa solução de aprendizagem automática (Machine Learning) de análise de contratos.

A PLMJ Advogados arranca como o primeiro cliente da Kira, em Portugal, “enquanto parte do seu compromisso contínuo com a inovação e transformação dos seus modelos de prestação de serviços. Desta forma, PLMJ tem como objetivo conseguir maior eficiência, permitindo aos advogados concentrarem-se nos aspetos mais complexos de cada operação”, segundo comunicado do escritório enviado à Advocatus.

Utilizado por empresas e sociedades de advogados de renome internacional, o sistema não está disponível em português e será, através da parceria entre a Kira e PLMJ, que esta funcionalidade será desenvolvida. O premiado software da Kira System’s aplica a tecnologia de aprendizagem automática e vai permitir aos advogados de PLMJ, a automatização e extração de informação, cláusulas ou disposições contratuais de contratos estruturados e não estruturados, acelerando e melhorando a precisão de due dilligence, revisões de contratos e muito mais.

“Com a Kira, queremos responder cada vez melhor às necessidades dos nossos clientes, proporcionando-lhes maior eficiência e rapidez. Mas queremos também garantir que PLMJ continua a captar o melhor talento que ambicione trabalhar numa empresa que utiliza a tecnologia mais avançada e inovadora”, referiu o managing partner da PLMJ Advogados, Luís Pais Antunes.

Para o desenvolvimento do projeto, a PLMJ vai testar o sistema em cinco áreas diferentes: Corporate / M&A, Private Equity, Imobiliário & Construção, Projetos Internacionais e TMT. “Pretende-se, desta forma, ter ainda maior capacidade de resposta em operações de clientes que envolvam um grande volume de documentação, cuja revisão é, por norma, bastante morosa”, segundo a mesma fonte.

“Estamos entusiasmados por trabalhar com PLMJ, pelo seu compromisso com a inovação na certeza que são os melhores em Portugal para desenvolver este sistema, devido ao seu know how e track record, bem como ao envolvimento de uma equipa multidisciplinar de elite neste projeto”, referiu o representante da Kira.

O jornalismo continua por aqui. Contribua

Sem informação não há economia. É o acesso às notícias que permite a decisão informada dos agentes económicos, das empresas, das famílias, dos particulares. E isso só pode ser garantido com uma comunicação social independente e que escrutina as decisões dos poderes. De todos os poderes, o político, o económico, o social, o Governo, a administração pública, os reguladores, as empresas, e os poderes que se escondem e têm também muita influência no que se decide.

O país vai entrar outra vez num confinamento geral que pode significar menos informação, mais opacidade, menos transparência, tudo debaixo do argumento do estado de emergência e da pandemia. Mas ao mesmo tempo é o momento em que os decisores precisam de fazer escolhas num quadro de incerteza.

Aqui, no ECO, vamos continuar 'desconfinados'. Com todos os cuidados, claro, mas a cumprir a nossa função, e missão. A informar os empresários e gestores, os micro-empresários, os gerentes e trabalhadores independentes, os trabalhadores do setor privado e os funcionários públicos, os estudantes e empreendedores. A informar todos os que são nossos leitores e os que ainda não são. Mas vão ser.

Em breve, o ECO vai avançar com uma campanha de subscrições Premium, para aceder a todas as notícias, opinião, entrevistas, reportagens, especiais e as newsletters disponíveis apenas para assinantes. Queremos contar consigo como assinante, é também um apoio ao jornalismo económico independente.

Queremos viver do investimento dos nossos leitores, não de subsídios do Estado. Enquanto não tem a possibilidade de assinar o ECO, faça a sua contribuição.

De que forma pode contribuir? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

Obrigado,

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

PLMJ lança piloto de sistema de Inteligência Artificial KIRA

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião