Hoje nas notícias: Capitalizar, ANA e IMI

  • ECO
  • 11 Julho 2018

Dos jornais aos sites, passando pelas rádios e televisões, leia as notícias que vão marcar o dia.

Nas notícias desta quarta-feira, destaque para o Governo que diz que vai lançar linhas de financiamento com 2.700 milhões de euros, no âmbito do programa Capitalizar. No ano passado, o Estado registou uma receita recorde com o IMT e o IMI, de 2,4 mil milhões de euros. A ANA, por seu lado, vai subir as taxas aeroportuárias em Lisboa e Porto nos últimos meses do ano devido ao crescimento do número de passageiros. Estas e outras notícias que vão marcar o dia.

Caldeira Cabral: “Estamos a lançar linhas de crédito com 2.700 milhões”

O Executivo de António Costa vai lançar novas linhas de financiamento, no âmbito do Capitalizar, afirma o ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral. São 2.700 milhões de euros, sendo 500 milhões financiados via BEI, naquela que é a primeira linha em que o banco de fomento atua como grossista, e mais 600 milhões para exportadoras. Leia a notícia completa no Jornal de Negócios (acesso pago).

ANA vai subir taxas em Lisboa e Porto

A ANA – Aeroportos de Portugal vai aumentar as taxas aeroportuárias em Lisboa e Porto nos meses de novembro e dezembro. As atualizações de 1,63% e 1,01% nas duas cidades, respetivamente, devem-se ao crescimento mais acentuado do que o previsto do número de passageiros. Leia a notícia completa no Jornal de Negócios (acesso pago).

Estado regista receita recorde com imóveis

O Imposto Municipal sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis (IMT) e do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) renderam, no ano passado, cerca de 2,4 mil milhões de euros ao Estado. Ou seja, mais 180 milhões de euros do que em 2016. De acordo com os dados agora divulgados pela Autoridade Tributária, a venda de imóveis é a principal responsável pelo crescimento das receitas com o imobiliário. Leia a notícia completa no Correio da Manhã.

CP está a ficar sem comboios e à beira do colapso

A CP – Comboios de Portugal vai reformular os seus horários em agosto, o que passará inevitavelmente por uma redução da sua oferta. Haverá menos comboios em praticamente todas as linhas e serviços. Isto numa altura em que a empresa se depara com falta de material circulante e oficinas sem pessoal para manter e reparar os comboios. Leia a notícia completa no Público (acesso condicionado).

Exportações de carros duplicam

O setor automóvel já é o que mais vende para fora. Nos primeiros cinco meses do ano, subiu mais de 90%, para o melhor registo desde que abriu a Autoeuropa. Sem os carros, as exportações teriam ficado a menos de metade dos 6,2% atingidos. Leia a notícia completa no Diário de Notícias (acesso condicionado).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Hoje nas notícias: Capitalizar, ANA e IMI

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião