Lucros do Lloyds sobem 38% para 2,5 mil milhões de euros

O banco britânico aumentou significativamente as provisões, mas conseguiu mais rentabilidade e aumentou os lucros no primeiro semestre deste ano.

O Lloyds Banking Group, banco britânico liderado pelo português António Horta Osório, registou lucros de 2,26 mil milhões de libras (cerca de 2,5 mil milhões de euros) no primeiro semestre deste ano, o que representa uma subida de 38% face a igual período do ano passado.

O resultado fica em linha com o que era esperado pelo mercado, apesar de o banco ter aumentado significativamente as provisões para cobrir os custos com as reclamações relacionadas com a venda indevida de seguros de proteção de pagamentos. O banco britânico constituiu mais 460 milhões de libras de provisões para cobrir os custos deste caso dos seguros, que já lhe custou um total de 18,8 mil milhões de libras desde que foi denunciado.

Ainda assim, conseguiu reduzir os custos operacionais em mais de 8%, para pouco menos de 6 mil milhões de libras.

O presidente do banco, Horta Osório, vê uma “performance financeira forte e sustentável”, com o “aumento dos lucros, mais rentabilidade e um capital mais sólido”.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Lucros do Lloyds sobem 38% para 2,5 mil milhões de euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião