Rio põe em tribunal candidatos às autárquicas

  • ECO
  • 1 Setembro 2018

Marco baptista, candidato do PSD à câmara da Covilhã, teve despesas de 87.066 euros. PSD quer responsabilizar os candidatos que tenham ultrapassado os orçamentos previstos.

A direção nacional do PSD pôs em tribunal candidatos do partido às autárquicas que excederam custos de campanha sem autorização do partido, escreve este sábado o jornal i. A medida é encarada pelo líder social-democrata como “pedagógica e exemplar”, tendo o primeiro processo dado entrada esta quinta-feira no Tribunal de Castelo Branco.

O objetivo dos processos, de acordo com a secretaria-geral do PSD citada pelo jornal, é obrigar os candidatos a responsabilizarem-se por despesas cujos montantes não tenham sido previamente autorizados pela direção nacional.

Para já, apenas deu entrada um processo contra Marco Baptista, candidato do PSD à Câmara da Covilhã e com despesas de 87.066 euros, mas o partido admite que “outras situações serão analisadas”.

“O PSD responsabilizará apenas e só aqueles [candidatos] que, tendo provocado prejuízos significativos ao partido, não tenham salvaguardado o pagamento de despesas da campanha autárquica nem queiram assumir as suas responsabilidades”, explica a secretaria-geral, acrescentando que o PSD só irá assumir a despesa autárquica que tenha autorizado, “não a restante”.

De acordo com a edição deste sábado do i, o candidato do PSD à Câmara da Covilhã nas últimas autárquicas esteve desaparecido entre novembro do ano passado e março deste ano e é acusado de ter desviado 115 mil euros da Rede de Judiarias. A PJ acredita que o ex-candidato do PSD e ex-líder da concelhia social-democrata da Covilhã, que é gestor e tem 42 anos, transferiu o dinheiro da conta da Rede de Judiarias para a sua conta pessoal numa única transferência. Marco Baptista desapareceu a 3 de novembro, depois de ter perdido as eleições para a Câmara da Covilhã: ficou em quarto lugar, com apenas 7,37% dos votos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Rio põe em tribunal candidatos às autárquicas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião