Ofertas pela CGD em Espanha rondam os 250 milhões de euros

O Governo português tem três propostas em cima da mesa, do Abanca, Cajamar e Cerberus. As ofertas rondam os 250 milhões de euros.

Há três ofertas em cima da mesa pela Caixa Geral de Depósitos (CGD) em Espanha. O Governo português recebeu as propostas do Abanca, Cajamar e Cerberus, que rondam os 250 milhões de euros, segundo avança o jornal espanhol Vozpópuli (acesso livre, conteúdo em espanhol).

Das três entidades interessadas no Banco Caixa Geral, a oferta mais elevada vem da parte do norte-americano Cerberus. No entanto, esta é também a proposta com as condições menos atrativas e, a acrescentar a isso, o banco central de Espanha e o Banco Central Europeu não estão muito convencido com o facto de a instituição financeira ficar nas mãos de um fundo.

Neste momento, de acordo com as fontes consultadas pelo Vozpópuli, a entidade mais bem posicionada na corrida ao Banco Caixa Geral é o Abanca, que terá apresentado a oferta que mais agrada ao Governo português.

O Cinco Días (acesso livre, conteúdo em espanhol) já tinha também avançado, na semana passada, que o Abanca lidera as propostas em cima da mesa e que os fundos próprios do Banco Caixa Geral ascendem a 514 milhões de euros, valor que seria a referência para a operação. Contudo, fontes financeiras garantiram que as ofertas seriam bastante mais baixas do que os 500 milhões de euros. Ou seja, o valor deve situar-se entre os 250 milhões e os 300 milhões de euros, como foi agora avançado.

Comentários ({{ total }})

Ofertas pela CGD em Espanha rondam os 250 milhões de euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião