Bolsa em queda com maioria das cotadas no vermelho. Altri afunda 8%

O PSI-20 abriu no vermelho, acompanhando o cenário que se vive na Europa. Nesta sessão, o destaque vai para os títulos da Altri, que caem depois de ter perdido a Mayoral como acionista.

A bolsa nacional abriu em queda, com a maioria das cotadas no vermelho. Lisboa acompanha, assim, o cenário que se vive na Europa, numa altura em que voltam a pairar sobre os mercados os receios da guerra comercial entre a China e os Estados Unidos, após as declarações de Donald Trump. A pressionar o desempenho do PSI-20 estão os títulos da Altri, que afundam mais de 8%, depois de ter perdido a Mayoral como acionista.

O PSI-20 está a perder 0,68% para 4.905,13 pontos, numa altura em que as restantes bolsas europeias cotam no vermelho. A preocupar os investidores estão as últimas declarações do Presidente norte-americano que, embora tenha suspendido a guerra comercial com a China durante 90 dias, publicou um tweet onde afirmou: “O Presidente Xi Jinping e eu queremos que este acordo aconteça, e provavelmente vai acontecer. Mas, se não acontecer, lembrem-se… eu sou um homem de tarifas”.

De entre as 18 cotadas nacionais, dez estão em queda, duas inalteradas e seis no verde. A contribuir para este desempenho do PSI-20 estão os títulos da Altri, que perdem 8,22% para 6,03 euros, o valor mais baixo desde meados de maio. A justificar esta queda está a notícia da saída da Mayoral do capital da papeleira, uma operação que foi concluída com sucesso esta manhã.

Por outro lado, a Altri viu esta terça-feira uma mudança na perspetiva do BiG – Banco de Investimento Global sobre as ações, que passou a recomendar ‘manter’ face à anterior ‘vender’. “As ações atingiram o nosso preço-alvo de 6,23 euros, portanto, revimos em alta a ação para ‘manter’ por vermos o preço atual como justo. O preço da polpa de papel estabilizou e esperamos uma diminuição gradual dos atuais níveis, que não coloca, no entanto, em risco o dividendo da empresa”, justificou a banco de investimento.

Ainda nas quedas, destaque para as ações da Galp Energia, que recuam 1,65% para 14,615 euros, num dia em que os preços do petróleo caem acentuadamente. O barril de Brent, negociado em Londres, está a desvalorizar 1,66% para 61,05 dólares, e o WTI, negociado em Nova Iorque, recua 1,78% para 52,3 dólares.

Os títulos do BCP também seguem em queda e perdem 0,61% para 0,246 euros, assim como as cotadas do setor energético: a EDP desvaloriza 0,61% para 3,091 euros e a REN cai 0,08% para 2,406 euros.

A impedir uma queda mais expressiva da bolsa nacional está a EDP Renováveis, que soma 0,9% para 7,875 euros, e a Sonae, que valoriza 1,03% para 0,831 euros.

(Notícia atualizada às 8h56 com atualização da cotação da Altri)

Comentários ({{ total }})

Bolsa em queda com maioria das cotadas no vermelho. Altri afunda 8%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião