Hoje nas notícias: advogados, Uber e ensino superior

Dos jornais aos sites, passando pelas rádios e televisões, leia as notícias que vão marcar o dia.

Os gastos do Estado com advogados aumentaram no ano passado, cerca de 63%. A aumentar estão também os tempos de espera nas urgências portuguesas, situação agravada por um desenquadramento dos médicos do SNS, segundo aponta o secretário-geral do Sindicato Independente dos Médicos. Pela Uber, a espera é pela licença do IMT, que já foi concedida a três outras plataformas eletrónicas de transportes. Já no ensino, os alunos portugueses destacam-se dos outros países da OCDE pela alta frequência escolar, mas poucos passam para o ensino superior.

Estado gastou 21,7 milhões de euros com advogados em 2018

Os gastos dos organismos públicos na contratação de serviços de consultoria e representação jurídica aumentaram 63,1% no ano passado, para um total de 21,7 milhões de euros (sem contar contar com IVA). É o valor mais elevado dos últimos seis anos. Foram publicados 547 contratos no portal Base em 2018, 457 dos quais foram feitos por ajuste direto.

Leia a notícia completa no Jornal de Negócios (acesso pago).

Portugal é dos países onde menos alunos passam para o superior

Portugal é dos países da OCDE que tem uma diferença mais acentuada entre os alunos inscritos no ensino secundário e aqueles que acabam por ingressar no ensino superior. Assim, mais de metade dos jovens (quase 60%) começam a trabalhar sem um curso superior. No entanto, o país encontra-se entre aqueles com mais inscritos no ensino secundário, com 91,25% dos alunos dos 15 aos 19 anos na escola.

Leia a notícia completa no Público (acesso pago).

Uber ainda não tem licença do IMT para operar

A Chauffer Privé, a Taxify e a Cabify já receberam as licenças do Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT), ficando a faltar a Uber. O pedido da plataforma eletrónica de transporte ainda está em análise, enquanto aguardam por elementos instrutórios. São mais de 950 os operadores que já estão licenciados, sendo que o IMT recebeu mais de 1.160 pedidos de licenciamento desde que entrou em vigor a “lei da Uber”.

Leia a notícia completa no Jornal de Negócios (acesso pago).

Urgências dos hospitais portugueses entupidas

Os tempos de espera nas urgências dos hospitais portugueses estão a aumentar, situação potenciada por “falsos” doentes e médicos desenquadrados. “É o pior dos mundos”, diz o secretário-geral do Sindicato Independente dos Médicos, Jorge Roque da Cunha, ao jornal i. “Os quadros do SNS estão envelhecidos”, aponta Jorge Roque da Cunha, salientando ainda que os médicos recém-licenciados agravam o problema.

Leia a notícia completa no jornal i (ligação indisponível).

Sousa Cintra perde ação de cinco milhões de euros

O Tribunal arbitral deu razão ao Ministério da Economia na ação colocada pela Portfuel, empresa do antigo presidente do Sporting, Sousa Cintra, contra o Estado. Em causa estava a perda de concessões de exploração de petróleo no Algarve, em Tavira e Aljezur. Em resposta, o Ministério da economia indicou que rescindiu contrato por falta de seguro contra riscos. O empresário admite apresentar recurso da decisão.

Leia a notícia completa no Correio da Manhã (acesso livre).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Hoje nas notícias: advogados, Uber e ensino superior

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião