José Avillez compra Progresso, o café mais antigo do Porto

  • ECO
  • 9 Janeiro 2019

Progresso foi comprado pelo grupo do chef português e vai ser transformado em Cafeína Downtown. Novo conceito deverá ser inaugurado até ao verão deste ano.

O grupo do chef José Avillez comprou o Café Progresso, o mais antigo do Porto, e vai transformá-lo em Cafeína Downtown, escreve esta quarta-feira o Jornal de Negócios (acesso condicionado).

De acordo com a publicação, a ideia do grupo será replicar o conceito Cafeína, instalado numa casa do século XIX, na Foz, no centro da cidade. Além desse, o grupo tem ainda os restaurantes Terra, Portarossa e Casa Vasco, todos na zona da Foz, e ainda o Panca Cevicheria & Pisco Bar, na Baixa da cidade e muito perto do Progresso.

“No prédio do Café Progresso, que tem uma localização estrategicamente interessante, prevemos abrir o Cafeína Downtown até ao próximo verão, onde vamos criar cerca de duas dezenas de postos de trabalho”, explicou Vasco Mourão, gestor do grupo Cafeína, dono de cinco restaurantes no Porto e que foi comprado pelo grupo de José Avillez no verão de 2018.

O Progresso, reaberto no verão de 2017, foi vendido pelo empresário Diogo Baptista ao grupo de José Avillez. Sob a gestão de Baptista e dos amigos Artur Ribeiro e Pedro Sá Pereira durou apenas um ano. O grupo de José Avillez integra neste momento 35 restaurantes.

Comentários ({{ total }})

José Avillez compra Progresso, o café mais antigo do Porto

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião