Angola puxa pela Mota-Engil. Já ganha 30% em bolsa este ano

A bolsa portuguesa está em alta, com a maioria das cotadas em terreno positivo. Destaque para a Mota-Engil, que prolonga os ganhos da sessão anterior. Dispara mais de 6%.

A bolsa portuguesa está em alta, com a maioria das cotadas a registarem ganhos. Setores do papel e da energia destacam-se pela positiva, puxando pelo PSI-20, mas a estrela é a Mota-Engil. A construtora prolonga o bom desempenho da sessão anterior, apresentando uma subida de mais de 6%.

Na Europa, a generalidade das praças está em alta. O Stoxx 600 sobe 0,7%, mas há bolsas como a da Alemanha que apresentam subidas mais expressivas. O DAX ganha 0,9%. Em Lisboa, o PSI-20 acentuou os ganhos do arranque da negociação, registando uma valorização de 0,79% para os 5.142 pontos.

A Mota-Engil volta a destacar-se pela positiva. Depois de ter anunciado uma carteira de obras em Angola no valor de 800 milhões de euros, a construtora portuguesa avança 6,05% para 2,085 euros. É mais uma sessão de fortes ganhos que eleva para quase 30% a valorização acumulada este ano, a maior entre todas as cotadas do PSI-20.

Destaque também para o setor papeleiro, com a Altri a avançar 2,43% para os 7,18 euros, e a Navigator a subir 0,87%, para os 4,18 euros. Também as energéticas avançam, com a Galp Energia a somar 0,32% para os 14,01 euros e a EDP a ganhar 0,33% para os 3,06 euros.

A impulsionar o índice está ainda o BCP, que soma 0,79% para os 24,35 cêntimos, depois de o banco ter concluído com sucesso a emissão de dívida subordinada perpétua no valor de 400 milhões de euros.

No vermelho está apenas uma cotada, a Jerónimo Martins, que assim impede uma subida mais expressiva da bolsa nacional. A dona do Pingo Doce está a ceder 0,08% para 12,52 euros, já a Sonae soma ligeiros 0,16% para cotar nos 95 cêntimos.

(Notícia atualizada às 9h00 com mais informação)

Comentários ({{ total }})

Angola puxa pela Mota-Engil. Já ganha 30% em bolsa este ano

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião