Energéticas ligam Lisboa aos ganhos da Europa

O índice de referência nacional fechou em terreno positivo, impulsionado pelo setor energético, sobretudo pela EDP que valorizou mais de 1,5%.

O PSI-20 regressou aos ganhos. Depois da queda de mais de 1% na primeira sessão da semana, o índice de referência da bolsa nacional acompanhou a tendência positiva das restantes praças europeias, beneficiando do comportamento positivo dos títulos do setor energético. A EDP destacou-se.

Enquanto o Stoxx 600 avançou 0,89%, animado pelos ganhos das empresas petrolíferas, em Lisboa, o PSI-20 encerrou a sessão a ganhar 0,38% para os 5.109,17 pontos. A tendência positiva das bolsas europeias acontece numa altura em que se retoma do outro lado do Atlântico as negociações entre China e Estados Unidos sobre a contenda comercial.

Na bolsa nacional o PSI-20 foi impulsionado pela subida da EDP. A elétrica nacional subiu 1,55% para os 3,136 euros. Ainda no setor energético, destaque para a Galp Energia que valorizou 0,30% para os 13,58 euros. A REN, por seu turno, subiu 1,71% para os 2,62 euros a ação.

Também a contribuir para a valorização do PSI-20 estiveram as empresas do setor da pasta e papel, com a Altri e a Navigator a apresentarem ganhos de mais de 1%. A exceção foi para a Semapa que recuou 0,27%.

OBCP, que valorizou 0,16% para os 24,36 cêntimos, puxou igualmente pela bolsa num dia em queo setor do retalho condicionou a negociação. A Sonae e a Jerónimo Martins desvalorizaram 1,83% e 0,36%, respetivamente.

Comentários ({{ total }})

Energéticas ligam Lisboa aos ganhos da Europa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião