CIP: Banca está a falhar no financiamento do investimento em Portugal e no estrangeiro

  • Lusa
  • 27 Fevereiro 2019

Na opinião de António Saraiva, as dificuldade de acesso ao financiamento têm dificultado o relançamento mais forte do investimento das empresas portuguesas em Portugal e no estrangeiro.

O presidente da CIP – Confederação Empresarial de Portugal, António Saraiva, defendeu, esta quarta-feira, que o setor bancário está a falhar na sua missão de financiar o investimento das empresas portuguesas do setor produtivo em Portugal e no estrangeiro.

“As dificuldades de acesso ao financiamento têm constituído um sério constrangimentos a um relançamento mais forte do investimento das empresas portuguesas em Portugal e no estrangeiro”, disse António Saraiva na abertura da conferência “Financing Investment in Africa”, em parceria com o Banco Europeu de Investimento (BEI) e a SOFID – Sociedade para o Desenvolvimento do Financiamento, que decorre esta manhã em Lisboa.

“O sistema bancário, apesar de mais capitalizado e dispondo de mais liquidez, continua a não cumprir cabalmente a sua função de intermediação entre poupança e investimento, falhando na canalização de recursos financeiros para o setor produtivo“, acrescentou o industrial.

Esta situação, continuou, “é particularmente perturbadora porque uma das fragilidades estruturais do nosso tecido empresarial é a excessiva dependência de crédito bancário, sobretudo de curto prazo”.

Para a CIP, “tendo em conta o volume de financiamentos disponibilizado pelas organizações internacionais para a cooperação e o desenvolvimento nestes mercados, era evidente que estávamos a passar ao lado de oportunidades que não podiam ser desperdiçadas”.

Na abertura da conferência, António Saraiva argumentou que “os países africanos precisam de explorar os mercados globais de forma mais eficaz a fim de fortalecer suas economias” e salientou que os países “necessitam de capacitar a sua população através do investimento na capacitação e na tecnologia adequadas para impulsionar o desenvolvimento, e participar de forma mais eficaz na produção global de bens e serviços originando, simultaneamente, um impacto positivo na vida das pessoas”.

Comentários ({{ total }})

CIP: Banca está a falhar no financiamento do investimento em Portugal e no estrangeiro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião