Cimeira Trump-Kim termina sem acordo, anuncia Casa Branca

  • Lusa
  • 28 Fevereiro 2019

A cimeira entre o Presidente dos Estados Unidos e o líder da Coreia do Norte terminou, em Hanói, sem que fosse alcançado "qualquer acordo", anunciou a porta-voz da Casa Branca.

A cimeira entre o Presidente dos Estados Unidos e o líder da Coreia do Norte terminou esta quinta-feira, em Hanói, sem que fosse alcançado “qualquer acordo”, anunciou a porta-voz da Casa Branca.

A assessora de imprensa da Casa Branca, Sarah Sanders, adiantou que a segunda cimeira entre Donald Trump e Kim Jong-un foi encurtada e o almoço previsto entre os dois líderes não se realizou.

Sanders acrescentou que “não foi concluído um acordo, mas as duas delegações vão continuar a dialogar no futuro” e acrescentou que a conferência de imprensa de Trump, marcada para as 16:00, foi remarcada para as 14:00 (07:00 em Lisboa).

Nessa conferência, o presidente norte-americano afirmou que abandonou a segunda cimeira com Kim Jong Un depois de os dois líderes não terem conseguido alcançar um acordo que permitisse aliviar as sanções dos EUA à Coreia do Norte em troca de Pyongyang abdicar de grande parte do seu programa de armas nucleares.

Trump afirmou que o líder coreano “queria que as sanções fossem retiradas na totalidade, e não podemos fazer isso“. Em troca, Kim Jong Un tinha-se oferecido para desmantelar a sua principal instalação nuclear em Yongbyon.

“Não foi o suficiente”, afirmou o presidente norte-americano aos jornalistas após o falhanço das negociações.

No início das negociações, os dois líderes admitiram a abertura de gabinetes de ligação nos dois países, enquanto Kim afirmou estar disposto à desnuclearização.

Trump disse desejar um bom acordo, mas indicou não ter pressa.

Comentários ({{ total }})

Cimeira Trump-Kim termina sem acordo, anuncia Casa Branca

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião