Criação de emprego anima Wall Street. Amazon soma 3% após entrada de Buffett

As ações da Amazon ganharam mais 3% depois de a CNBC ter avançado que a Berkshire Hathaway do conhecido investidor Warren Buffett comprou ações da tecnológica pela primeira vez.

Um mercado do trabalho mais sólido do que o esperado deu força a Wall Street na última sessão da semana, levando os principais índices a ganhos em torno de 1%.

Foi o caso do S&P 500, o índice de referência mundial, que fechou em alta de 0,96% para 2.945,56 pontos. Também o industrial Dow Jones somou 0,75% e o tecnológico Nasdaq ganhou 1,58%.

O Departamento do Trabalho mostrou esta sexta-feira que os empregadores criaram 263 mil postos de trabalho no mês de abril, ficando acima das expectativas dos analistas. Já a taxa de desemprego caiu para um mínimo de mais de 49 anos, situando-se nos 3,6%.

“Continuamos a ter crescimentos fortes no emprego, e parece que há cada vez menos inflação, o que é estranho. Não vemos isto acontecer normalmente, e basicamente o que isto sinaliza para o mercado é que a Fed está em espera”, referiu Jamie Cox, da Harris Financial Group.

A dar força ao S&P 500 e ao Nasdaq estiveram as ações da Amazon, que ganharam 3,24% para 1.962,46 dólares, depois de a CNBC ter avançado que a Berkshire Hathaway de Warren Buffett comprou ações da tecnológica pela primeira vez.

Comentários ({{ total }})

Criação de emprego anima Wall Street. Amazon soma 3% após entrada de Buffett

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião