Allianz premeia melhor longa metragem

  • ECO Seguros
  • 15 Maio 2019

O prémio Allianz, que distingue a melhor longa metragem portuguesa do festival de cinema IndieLisboa, foi atribuído a Catarina Ruivo, pela sua bela homenagem a uma avó.

Já se conhecem os prémios da 16ª edição do Indie Lisboa, festival de cinema patrocinado pela seguradora Allianz.
“A Minha Avó Trelotótó”, de Catarina Ruivo, venceu o Prémio Allianz para Melhor Longa Metragem Portuguesa, “uma das mais belas homenagens que se pode fazer a uma avó”.
Segundo o júri, este foi “o melhor filme que vimos entre as longas-metragens da Competição Nacional é o filme que nos provoca emoções mais fortes. Como um retrato de uma vida vivida, partilha generosamente uma abordagem a uma pessoa próxima tanto quanto é uma jornada ao passado e através de continentes. O filme usa de várias estratégias formais, todas elas uma indicação feroz de empatia e de amor.”
O documentário espanhol “De los nombres de las cabras”, de Silvia Navarro e Miguel G. Morales, venceu o Grande Prémio de Longa Metragem Cidade de Lisboa. Um filme ensaio integralmente composto por imagens de arquivo, parte dos registos sonoros de um arqueólogo que, nos anos 1980, recolheu testemunhos junto dos pastores locais com o desejo de conhecer melhor o povo das Ilhas das Canárias.

Comentários ({{ total }})

Allianz premeia melhor longa metragem

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião