Cecilia Malmström: Investimento chinês “pode ser motivo de preocupação”

  • ECO
  • 26 Junho 2019

A comissária Cecilia Malmström alertou que a China se foca em investimentos em infraestruturas críticas e que isso "pode ser motivo de preocupação".

A comissária europeia Cecilia Malmström reconhece que os investimento chineses em países como Portugal “trazem novos empregos” e “novas oportunidades”, mas alertou que a política da China tem sido a de investir em “infraestruturas críticas”. E isso “pode ser motivo de preocupação”.

Numa entrevista ao Jornal de Negócios (acesso pago), a comissária com o pelouro do comércio assumiu que a China tem perseguido “uma política de investimento muito agressiva” em “muitos países”. Mas reconheceu que Bruxelas não pode dizer aos Estados-membros que investimentos são bons ou maus.

“Cabe ao Governo português decidir ao que dizer não e o que avaliar. A Comissão não pode dizer sim ou não a investimentos individuais. Mas faz sentido olhar para isto um pouco mais de perto, porque é uma estratégia bastante consistente dos chineses em investir em infraestruturas muito críticas e é preciso estar atento a que podem existir consequências”, disse. “É uma decisão que tem de ser tomada em Lisboa”, reiterou.

Malmström, na mesma entrevista, avançou ainda que o acordo comercial com o Vietname está prestes a ser assinado e que as negociações com o Mercosul estão no bom caminho. “Espero que no final do mês consigamos assinar o acordo com o Vietname, abrindo um grande mercado de 90 milhões de pessoas. Estamos a negociar muitos outros acordos. Estamos muito avançados com o Mercosul”, assumiu.

Comentários ({{ total }})

Cecilia Malmström: Investimento chinês “pode ser motivo de preocupação”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião