Designer de moda Felipe Oliveira Baptista é o novo diretor criativo da Kenzo

  • Lusa
  • 1 Julho 2019

Um ano depois de ter saído da Lacoste, o designer português Felipe Oliveira Baptista vai trabalhar para uma das marcas do grupo LVMH, a Kenzo, como diretor criativo.

O designer português de moda Felipe Oliveira Baptista será o novo diretor criativo da marca francesa de luxo Kenzo, pertencente ao grupo LVMH, revelou esta segunda-feira o grupo empresarial, em comunicado.

“Kenzo é liberdade e movimento contagiosos”, afirma Filipe Oliveira Baptista, citado pelo comunicado do grupo francês, divulgado nesta segunda-feira. “Tudo o que [Kenzo] Takada fez foi cheio de alegria, elegância e de um senso de humor frio e atrevido”, acrescentou o designer português, referindo-se ao fundador da casa de costura, sublinhando igualmente o modo como este “celebra a natureza e a diversidade cultural”.

"O talento de Felipe Oliveira, como designer, o seu domínio do vestuário e suas raízes pessoais, com origem em culturas muito distintas, constituem ativos reais para dar uma nova energia criativa à Casa Kenzo.”

Sidney Toledano

Presidente do grupo LVMH

O presidente do grupo Louis Vuitton Moët Hennessy (LVMH), Sidney Toledano, por seu lado, disse que “o talento de Felipe Oliveira, como designer, o seu domínio do vestuário e suas raízes pessoais, com origem em culturas muito distintas”, constituem “ativos reais para dar uma nova energia criativa à Casa Kenzo”, lê-se no mesmo comunicado do grupo, divulgado esta segunda-feira de manhã.

Felipe Oliveira Baptista assumirá “de imediato” o cargo anteriormente ocupado desde 2011 pela dupla Carol Lim e Humberto Leon, adianta o grupo francês. O designer português vai “escrever uma nova página na história da casa fundada em 1970”, garante o grupo.

A diretora executiva da Kenzo, Sylvie Colin, elogiou, em Felipe Oliveira Baptista, “a visão criativa inovadora e moderna, e a sua abordagem artística muito completa”, que, segundo ela, “permitirá que [a marca] continue a demonstrar seu potencial, respeitando a sua herança”.

A dupla norte-americana Carol Lim e Humberto Leon apresentou sua última coleção pela Kenzo, para a primavera/verão de 2020, no passado dia 23, em Paris. O convite para fazer parte do grupo LVMH acontece um ano depois de Felipe Oliveira Baptista ter saído da Lacoste, onde foi diretor criativo durante oito anos.

Nascido nos Açores e radicado em Paris, Felipe Oliveira Baptista, de 44 anos, iniciou a sua própria marca em 2003. A marca Kenzo foi fundada em 1970, em Paris, pelo designer de moda Kenzo Takada, do Japão, e foi adquirida em 1993 pelo grupo internacional LVMH, contando atualmente com 525 trabalhadores.

O grupo de marcas de luxo LVMH integra outras marcas como Givenchy, Fendi, Marc Jacobs, Louis Vuitton, Christian Dior e Loewe.

Comentários ({{ total }})

Designer de moda Felipe Oliveira Baptista é o novo diretor criativo da Kenzo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião