Wall Street corrige de máximos enquanto investidores aguardam pela Fed

  • ECO
  • 29 Julho 2019

Nasdaq e S&P fecharam primeira sessão da semana no vermelho e Dow Jones valorizou ligeiramente. Investidores na expectativa face a decisão (e dimensão) do corte de juros da Fed.

Os principais índices norte-americanos terminaram a negociação esta segunda-feira com ligeiras variações mistas, num sintoma de que os investidores aguardam com expectativa os desenvolvimentos dos próximos dias, seja ao nível dos cortes de juros por parte da Reserva Federal, seja do reinício das conversações comerciais entre norte-americanos e chineses. A mesma postura ‘esperar para ver’ foi assumida esta segunda-feira na Europa.

O Nasdaq fechou a perder 0,43%, para 8.293,33 pontos, tendo também o S&P 500 fechado no vermelho, ainda que menos pronunciado, desvalorizando 0,16% para 3.020,98 pontos. O Dow Jones foi a única das principais praças dos Estados Unidos a encerrar em terreno positivo, avançando 0,11% para 27.221,41 pontos.

Com os investidores na expectativa, os títulos acabaram por recuar um pouco face aos máximos atingidos na última semana, com a Amazon e o Facebook a surgirem como as ações que mais contribuíram para a correção do S&P 500 e do Nasdaq, com a primeira a perder 1,57% e a segunda 1,91% esta segunda-feira.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Wall Street corrige de máximos enquanto investidores aguardam pela Fed

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião