É oficial. Airbnb vai entrar em bolsa no próximo ano

A plataforma de alojamento anunciou o que há muito era esperado pelos investidores: a entrada em bolsa. Esse passo, espera o Airbnb, deverá acontecer já no próximo ano.

A Airbnb vai dar o passo que faltava. A plataforma de alojamento anunciou que vai entrar para a bolsa já no próximo ano, uma notícia já há muito aguardada pelos investidores.

Num comunicado publicado esta quinta-feira, sem adiantar mais detalhes sobre a operação, o Airbnb referiu apenas que pretende entrar para a bolsa em 2020. Este anúncio vem animar os investidores, que aguardam há meses pela chegada da empresa aos mercados.

Esta entrada em bolsa pode acontecer através da emissão de novas ações, recorrendo a um aumento de capital, mas também poderá ser feita apenas com a colocação no mercado de títulos já existentes, podendo os interessados em entrar no capital comprar, depois, em mercado, esses títulos.

A última ronda de financiamento do Airbnb, em setembro de 2017, avaliou a plataforma em 31 mil milhões de dólares (28 mil milhões de euros). Atualmente, é a maior plataforma de alojamento entre particulares do mundo, presente em mais de 65 mil cidades, em 191 países (100 mil cidades em todo o mundo)

Esta semana, o Airbnb anunciou receitas superiores a 1.000 milhões de dólares (904,7 milhões de euros) no segundo trimestre, sem especificar se esse período foi ou não rentável. Esta foi a segunda vez que a plataforma superou esse valor em dez anos de existência.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

É oficial. Airbnb vai entrar em bolsa no próximo ano

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião