Governo italiano anuncia que terá Orçamento expansivo em 2020

  • Lusa
  • 30 Setembro 2019

O Orçamento será expansivo e com investimento público. O ministro da Economia italiano referiu que Roma precisa de "tirar o máximo proveito da flexibilidade" concedida pelo Pacto de Estabilidade.

O Governo italiano aprovará para 2020 orçamentos gerais expansivos e com investimentos públicos, mas com o objetivo de reduzir progressivamente a dívida, que em 2018 ultrapassou 134% do PIB, disse este domingo o ministro da Economia, Roberto Gualtieri.

O anúncio do ministro italiano foi feito em entrevista à estação de televisão pública RAI, onde afirmou que Roma precisa de “tirar o máximo proveito da flexibilidade” concedida pelo Pacto de Estabilidade e Crescimento.

Gualtieri adiantou que a Itália não irá elaborar “orçamentos restritivos, apesar do pedido inicial da Europa, que pede para reduzir o défice estrutural em 0,6%”.

“Faremos uma pequena expansão” com o objetivo de “reduzir a dívida pública, mas sem um plano restritivo que penalize a economia”, disse o ministro, garantindo ao mesmo tempo que “haverá uma revisão dos gastos públicos, mas não haverá cortes na educação ou na saúde”.

O Governo italiano, formado pela coligação do Movimento Cinco Estrelas (M5S) e pelo Partido Democrata (PD), deverá atualizar na segunda-feira o quadro macroeconómico avançado em abril pelo ex-executivo do M5S e pela extrema direita, que previa um crescimento de 0,8% do PIB até 2020, um défice de 2,1% e uma dívida de 131,3%.

O executivo liderado por Giuseppe Conte está a preparar o documento orçamental, que deve ser enviado à Comissão Europeia até 15 de outubro e aprovado no Parlamento italiano antes do final do ano.

O documento irá integrar “os principais problemas estruturais do país, como a luta contra as mudanças climáticas”, e prevê o aumento de “investimentos públicos”, estabelecendo “um grande fundo dedicado à transição ecológica”, disse.

Gualtieri confirmou que não eliminará a chamada “quota 100”, medida do Governo anterior que permite que os italianos se reformem quando seus anos de idade e de contribuições somarem 100, por exemplo, 62 anos de idade e 38 de descontos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Governo italiano anuncia que terá Orçamento expansivo em 2020

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião