Direto “Não está excluído, em determinadas circunstâncias, estarmos de acordo” com o PSD, admite Carlos César

Marcelo recebe os partidos que terão assento parlamentar na nova AR e deverá indigitar António Costa como primeiro-ministro. Acordo BE/PS não deve inviabilizar entendimentos estruturais, diz Rio.

O Presidente da República recebe esta terça-feira todos os partidos que terão assento parlamentar na Assembleia da República na próxima legislatura, dois dias depois das eleições que deram a vitória a António Costa. Marcelo Rebelo de Sousa quer indigitar o primeiro-ministro o quanto antes para que os novos partidos possam transmitir a sua posição relativamente ao Conselho Europeu da próxima semana, decisivo para a forma como o Reino Unido irá abandonar a União Europeia — se com, ou sem (mais provável) acordo.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

“Não está excluído, em determinadas circunstâncias, estarmos de acordo” com o PSD, admite Carlos César

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião