Britânica Vakt escolhe Portugal para centro tech. Está a contratar 30 pessoas

Plataforma britânica está desde fevereiro em Lisboa, onde instalou o seu principal centro de desenvolvimento. Quer chegar aos 90 trabalhadores em território nacional.

A VAKT, plataforma britânica de commodities post-trade baseada na tecnologia blockchain, escolheu Portugal para instalar o seu mais importante centro de desenvolvimento. Desde abril com escritório em Lisboa, a startup quer digitalizar a indústria das commodities e, para isso, está a reforçar a equipa no nosso país. Com 60 trabalhadores em solo nacional desde o início de 2019, a empresa tem neste momento 30 posições abertas e quer chegar ao final do ano com 90 colaboradores.

“A atração de talento, o ambiente educacional e de inovação, e o mindset do país para o empreendedorismo, faz de Portugal um destino extremamente atrativo para empresas inovadoras como a VAKT. Somado a isto, a qualidade da equipa que montamos em apenas oito meses nos fez ter a certeza que deveríamos expandir em Portugal, e não em outro país”, esclarece Etienne Amic, CEO da VAKT, citado em comunicado.

Fundada em 2018, a VAKT quer acabar com processos longos em papel e, para isso, tem contado com investimentos de algumas das maiores empresas mundiais da indústria petrolífera, do trading e da banca, casos de nomes como BP, Shell, ING, ABN Amro e Equinor.

Em Portugal, a equipa da empresa inclui equipas multidisciplinares de scrum masters, analistas de negócio, developers, infraestrutura e suporte.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Britânica Vakt escolhe Portugal para centro tech. Está a contratar 30 pessoas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião