VIG compra 20% da startup ViveLaCar

  • ECO Seguros
  • 17 Fevereiro 2020

A startup alemã desenvolveu uma plataforma flexível e colaborativa em soluções de mobilidade e conquistou o apoio acionista da seguradora para avançar já no mercado austríaco e da Suíça.

O grupo Vienna Insurance (VIG) anunciou a aquisição de uma participação em torno dos 20% do capital social da ViveLaCar GmbH, sediada em Estugarda.

Citada num comunicado, Elisabeth Stadler, CEO da Vienna Insurance, salienta: “Esta solução alternativa de mobilidade simples e transparente convenceu-nos. Eliminando requisitos como o registo de propriedade, mas garantindo mobilidade sempre que necessário, a solução responde também à ideia da economia colaborativa. Quando tudo pode ser feito digitalmente sem risco para o cliente, sem formalidades contratuais e papelada oficial, ou preocupações com a manutenção do veículo, alcançamos o patamar das soluções de mobilidade desburocratizadas”.

Colaborando com uma rede alargada de marcas e concessionários automóveis, a empresa germânica tem como mercado alvo clientes e grupos com necessidades específicas de mobilidade, como expatriados deslocados a trabalhar em projetos dos empregadores, empresas que precisem de ajustar necessidades de frota por tempo limitado ou jovens recém-licenciados em situação de transição para o mercado de trabalho.

A solução assemelha-se aos serviços prestados pelas agências de viagens, mas diferencia-se pela flexibilidade e pelas sinergias que proporciona no ecossistema. Visando targets específicos com necessidade de mobilidade por períodos de tempo relativamente curtos, a plataforma digital da ViveLaCar oferece automóveis com um tempo de registo máximo de dois anos (viaturas de serviço, ou de teste) disponíveis numa rede de marcas e concessionários autorizados.

Além de proporcionar acesso a automóveis que beneficiam de garantia de marca e serviços de assistência a cargo dos parceiros, a solução tem a vantagem de permitir aos concessionários otimizar a gestão de inventário e rentabilizar as viaturas reduzindo o período em que são mantidas em stock (entre um e dois anos, antes de serem colocados no mercado de seminovos e usados com garantia).

Mathis Albert, fundador e CEO da ViveLaCar, observa: ”A análise num estudo de tendências mostrou-nos que uma em cada duas pessoas está interessada em testar um carro elétrico numa base de utilização diária durante um determinado período de tempo. Antes de decidir uma eventual compra, o consumidor quer perceber se a experiência de condução nesta categoria de veículos satisfaz as suas expectativas. A nossa solução inovadora proporciona a oportunidade de testar um elétrico sem qualquer risco”.

A startup opera no mercado alemão desde a primavera de 2019. Atualmente dispõe de uma oferta composta por 200 modelos diferentes, de aproximadamente 20 marcas em 300 pontos de distribuição na Alemanha. De acordo com números da startup os clientes subscrevem o serviço por um período médio superior a seis meses.

Para suportar a expansão na Áustria e na Suíça, a empresa abriu a filial ViveLaCar Wien. O objetivo para 2020 é potenciar a cobertura dos mercados austríaco suíço e alemão.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

VIG compra 20% da startup ViveLaCar

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião