Passageiros do cruzeiro MSC Fantasia repatriados. Veja as imagens

Depois de dois dias de espera, mais de mil passageiros fazem o transbordo entre o cruzeiro MSC Fantasia e o aeroporto de Lisboa para regressarem aos países de origem.

Começou esta terça-feira a operação de repatriamento dos passageiros do cruzeiro MSC Fantasia, atracado em Lisboa há dois dias. Na primeira fase vão ser repatriados 1140 passageiros, a maioria proveniente da União Europeia, Brasil, Reino Unido e Austrália, num total de quatro voos com partida do aeroporto Humberto Delgado.

A operação de desembarque e transbordo para o aeroporto é feita seguindo rigorosos procedimentos de vigilância e segurança sanitária de modo a evitar potenciais contágios entre os passageiros. As viagens das dezenas de autocarros entre o terminal de cruzeiros de Lisboa e o aeroporto são feitas com escolta da Polícia de Segurança Pública.

Antes desta operação de repatriamento, já tinham desembarcado do navio 27 pessoas (20 de nacionalidade portuguesa e sete com autorização de residência em Portugal) depois de feitos os testes de rastreio ao COVID-19. Um desses passageiros acusou positivo.

O MSC Fantasia chegou a Lisboa na manhã de domingo depois de ter saído do Brasil a 9 de março com destino à cidade italiana de Génova. Devido à pandemia do COVID-19, o cruzeiro foi desviado para Lisboa, depois de ter sido autorizado a atracar no terminal de cruzeiros pelas autoridades portuguesas.

Veja a fotogaleria

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Passageiros do cruzeiro MSC Fantasia repatriados. Veja as imagens

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião