Eurogrupo está a preparar o “maior e mais ambicioso pacote de sempre”, diz Centeno

Em antecipação da reunião desta terça-feira, o presidente do Eurogrupo assegura que está a ser preparado o "maior e mais ambicioso pacote [de medidas económicas] de sempre".

A reunião desta terça-feira do Eurogrupo deverá ser decisiva para saber como será a resposta europeia à crise provocada pela pandemia. Em antecipação, o presidente do Eurogrupo assegura que está a ser preparado o “maior e mais ambicioso pacote [de medidas económicas] de sempre”.

O Conselho Europeu deu duas semanas aos ministros das Finanças da União Europeia para ultimarem as medidas económicas, nomeadamente de que forma o Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEE) pode vir a ser utilizado para ajudar os Estados e qual o plano de recuperação económica no pós-pandemia. Para já, a emissão conjunta de dívida (mutualização do endividamento) a nível europeu não deverá ser considerada, adiando-se esse debate, como sugeriu Centeno.

A reunião por videoconferência do Eurogrupo apenas começará às 15h, tendo sido adiada uma hora por ser necessário mais tempo para preparar os documentos que deverão ter a “luz verde” dos ministros das Finanças. Num vídeo divulgado antes da reunião, Centeno mostra-se confiante de que a resposta económica será “robusta”.

“Este não é o tempo de políticas business as usual [medidas comuns]”, alerta, pedindo ao Eurogrupo para estar “à altura” dos acontecimentos com a aprovação de um plano europeu que ajude os mais afetados por esta crise e para manter o funcionamento do mercado único.

Uma das questões em cima da mesa é a definição das condições de acesso às linhas de crédito do MEE. Além disso, o Eurogrupo discutirá o programa de apoio ao emprego da Comissão Europeia, o SURE, e as garantias propostas pelo Banco Europeu de Investimento para financiar as empresas.

Não se trata apenas de sobreviver ao vírus. Trata-se também de reerguer as nossas economias.

Mário Centeno

“Este plano de emergência irá proteger a nossa economia e o tecido social à medida que vamos entrando numa recessão”, explicou Centeno. Contudo, o presidente do Eurogrupo colocou ênfase também no plano para a fase de recuperação — o qual irá “moldar a União [Europeia] nos próximos anos” –, após o fim da pandemia.

“Não se trata apenas de sobreviver ao vírus. Trata-se também de reerguer as nossas economias”, argumenta o presidente do Eurogrupo, referindo que irá pedir aos ministros das Finanças que façam um “compromisso claro” para que haja um “grande e coordenado plano de recuperação”, o qual está a ser preparado pela Comissão Europeia.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Eurogrupo está a preparar o “maior e mais ambicioso pacote de sempre”, diz Centeno

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião