Na Abreu Advogados o objetivo é “contribuir para que a economia não pare”

A chairman da Abreu Advogados, Carmo Sousa Machado, afirma que na firma 95% dos profissionais estão em regime de teletrabalho. O objetivo é "contribuir para que a economia não pare".

Os últimos meses têm sido desafiantes para as empresas dos mais variados setores. O Covid-19 fez com que os profissionais tivessem que se adaptar às circunstâncias e uma grande parte encontra-se em regime de teletrabalho. A sociedade Abreu Advogados — a quarta maior em Portugal — tem atualmente cerca de 95% da equipa a trabalhar remotamente, sendo algo que já fazia parte dos “hábitos” da firma.

Entrevistada para a rubrica diária do ECO, Gestores em teletrabalho, Carmo Sousa Machado, chairman da sociedade Abreu Advogados, afirma que encontra-se em regime de teletrabalho desde 11 de março por precaução, após uma viagem, enquanto chairman da Multilaw, ao Dubai.

“Para os desafios acrescidos temos reforçado a aposta na dinamização de ferramentas digitais que permitem a todas as equipas um contacto constante entre si não só para trabalho mas também para momentos mais lúdicos e de partilha”, nota Carmo Sousa Machado.

Apesar de a sociedade de advogados estar a trabalhar “afincadamente” para minimizar os impactos do Covid-19, o objetivo é “contribuir para que a economia não pare e assim todos beneficiaremos”, diz.

A chairman da Abreu Advogados e da Multilaw garante que o seu dia-a-dia profissional mantém-se exatamente igual. “O despertador toca à mesma hora e tudo flui normalmente ainda que num ritmo mais intenso”, acrescenta.

“Tínhamos tudo preparado para trabalhar remotamente”

Ciente da importância do seu papel junto dos clientes e da comunidade em geral nesta época em específico, a Abreu Advogados criou um Helpdesk. Este mecanismo, que inclui advogados de todas as áreas de prática e setores, prepara e envia informações diárias práticas sobre a legislação que vai sendo publicada, retificada e alterada.

Carmo Sousa Machado assegura que tem sido um “grande desafio” o Helpdesk, face ao “número de diplomas de que estamos a falar e as sucessivas alterações”. Paralelamente, a sociedade está a organizar webinars sobre temas relevantes. “Chamamos-lhe Abreu Forward Sessions, e são sessões regulares e abertas a todos os clientes e parceiros“, conta a chairman.

Mantemo-nos em contacto permanente com os nossos clientes pelos meios habituais, email e telefone/telemóvel, tendo as reuniões passado a ser feitas por via telemática. O apoio presencial que tem sido necessário também tem sido prestado e nenhum cliente ficou sem apoio. Tínhamos tudo preparado para trabalhar remotamente e tudo funcionou na perfeição desde o dia 1“, nota Carmo Sousa Machado.

A Abreu Advogados possui mais de 300 colaboradores, sendo membro de vária associações de advogados internacionais

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Na Abreu Advogados o objetivo é “contribuir para que a economia não pare”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião