Mais de 2,8 milhões de infetados e 197 mil mortos em todo o mundo

  • Lusa
  • 25 Abril 2020

Pelo menos 766.300 desses casos são hoje considerados curados. EUA destacam-se de longe como o país com mais infetados e mortos.

O número de infetados pelo novo coronavírus já ultrapassou os 2,8 milhões e provocou a morte de mais de 197.000 pessoas em todo o mundo, desde que surgiu em dezembro na China, segundo um balanço da AFP às 11:00.

De acordo com os dados da agência noticiosa France-Presse A(FP), a partir de dados oficiais, às 11:00 de hoje, tinham sido diagnosticados 2.821.030 casos de infeção e confirmadas 197.303 mortes pelo SARS-CoV-2 em 193 países e territórios. Pelo menos 766.300 desses casos são hoje considerados curados.

Este número de casos diagnosticados reflete, contudo, apenas uma parte do número real de infeções, uma vez que muitos países testam apenas as situações que requerem atendimento hospitalar.

Os Estados Unidos, que registaram a primeira morte ligada ao novo coronavírus no início de fevereiro, é o país com maior número de mortes e casos associados à covid-19. Os últimos dados apontam para 51.949 mortos e 905.333 casos diagnosticados. Pelo menos 99.079 pessoas foram declaradas como curadas, pelas autoridades dos Estados Unidos.

Depois dos Estados Unidos, os países mais afetados são a Itália, com 25.969 mortes para 192.994 casos, Espanha, com 22.902 mortes (223.759 casos), França, com 22.245 mortes (159.828 casos) e Reino Unido, com 19.506 mortes (143.464 casos).

A China (excluindo os territórios de Hong Kong e Macau), onde a epidemia começou em dezembro, contabilizou oficialmente um total de 82.816 casos (12 novos entre sexta-feira e sábado), incluindo 4.632 mortes (0 novas) e 77.346 recuperados.

A Europa totalizava, às 11:00 de hoje, 120.140 mortes para 1.344.172 casos, Estados Unidos e Canadá 54.278 mortes (948.872 casos), Ásia 7.830 mortes (193.796 casos), América Latina e Caribe 7.416 mortes (149.539 casos), Oriente Médio 6.204 mortes (147.530 casos), África 1.330 mortes (29.138 casos) e Oceania 105 mortes (7.991 casos).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Mais de 2,8 milhões de infetados e 197 mil mortos em todo o mundo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião