Continental oferece mais de três mil viseiras aos parceiros de negócio

"A distribuição das mais de três mil viseiras contempla a rede Conti 360º, a rede ContiService e os motoristas das frotas parceiras", diz diretor geral da Continental Pneus Portugal.

A Continental, um dos principais fornecedores de pneus, vai oferecer mais de três mil viseiras de proteção individual a vários parceiros que estiveram e continuam a estar na linha da frente no combate ao Covid-19.

“A distribuição das mais de três mil viseiras contempla a rede Conti 360º, a rede ContiService e os motoristas das frotas parceiras, e surge na sequência de outras medidas implementadas pela Continental, durante o estado de emergência, no apoio “aos heróis que estiveram sempre na linha da frente do combate e que não puderam ficar em casa para que o país continuasse a funcionar”, refere Pedro Teixeira, diretor geral da Continental Pneus Portugal.

A Continental ativou a sua rede de emergência para apoio às empresas de transportes, baseada nos seus parceiros da rede 360º que manifestaram a sua disponibilidade para continuar a fornecer serviços e produtos com o objetivo de ajudar a mobilidade de ambulâncias, polícia, profissionais de saúde e trabalhadores.

A rede ContiService continuou disponível para apoiar a mobilidade dos portugueses, em especial dos que não puderam ficar em casa, no cumprimento rigoroso das medidas de segurança impostas.

“A segurança sanitária é crucial para conquistar a confiança dos consumidores e assegurar a viabilidade e dinamização do negócio. Numa altura em que se espera uma maior afluência aos pontos de venda ContiService é fundamental reforçar as medidas de proteção de clientes e colaboradores ”, realça Pedro Teixeira.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Continental oferece mais de três mil viseiras aos parceiros de negócio

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião