Farfetch abre 40 vagas para estágios remunerados para Lisboa, Porto e Braga

A 5.ª edição do Plug-In tem 40 vagas para estágios remunerados em Lisboa, Porto e Braga. Farfetch procura jovens recém-graduados em tecnologia, produto e dados e, no máximo, dois anos de experiência.

A 5.ª edição do programa de estágios Plug In, da Farfetch, tem 40 vagas para jovens recém-graduados nas áreas de tecnologia, data e produto e com até dois anos de experiência profissional. O processo de recrutamento decorre para os escritórios da empresa em Lisboa, Porto e Braga. As candidaturas podem ser feitas aqui, até ao fim de agosto, e os estágios têm data prevista de início para outubro.

Devido à pandemia, prevê-se que os processos de recrutamento e onboarding decorram de forma 100% remota. Se as condições assim o permitirem, a empresa já confirmou que o processo de acolhimento poderá vir a ser presencial. Os estagiários selecionados terão a possibilidade de integrar equipas internacionais e “trabalhar em projetos que estão a revolucionar a indústria da moda e do retalho”, garante a empresa.

Mesmo nesta altura de maior incerteza provocada pela Covid-19, quisemos mais uma vez reforçar a nossa aposta no talento. Claro que a situação atual encerra incertezas, portanto não sabemos que restrições podem estar em prática daqui a cinco meses, mas estamos preparados para fazer o onboarding deste grupo de forma remota, caso seja necessário“, conta à Pessoas Ana Sousa, diretora de recursos humanos da Farfetch.

O Plug-In “oferece um mundo de possibilidades a estagiários que acabam de sair das universidades e que vão beneficiar da mentoria de especialistas da Farfetch com vários anos de experiência, capazes de lhes proporcionar momentos de aprendizagem muito enriquecedores, num ambiente informal, mas exigente”, sublinha a responsável.

Desde a primeira edição, o Plug-In já recebeu 142 estagiários. Em 2019, o programa de estágios na plataforma da indústria da moda de luxo acolheu 38 estagiários e, atualmente, tem uma taxa de retenção superior a 90%. A Farfetch tem 14 escritórios espalhados pelo mundo e emprega mais de 4.500 colaboradores.

*Notícia corrigida às 12h42. Os candidatos devem ter, no máximo, até dois anos de experiência profissional.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Farfetch abre 40 vagas para estágios remunerados para Lisboa, Porto e Braga

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião