Lisboa sai do top 100 das cidades mais caras para viver

  • ECO
  • 9 Junho 2020

Ranking que compara custos de mais de 200 itens em cada local, entre eles alojamento, transportes, comida, roupa, bens domésticos e entretenimento, é liderado por Hong Kong, na China.

Lisboa já não está entre as 100 cidades mais caras do mundo. A capital portuguesa desceu 11 posições na lista das mais caras para se viver, de acordo com a lista anual realizada pela Mercer, divulgada pela TSF (acesso livre)

Lisboa é, agora, a 106.ª cidade mais cara do mundo, A par de Lisboa surgem cidades como Hamburgo, na Alemanha, e Kiev, na Ucrânia, ficando à frente de cidades como Doha (Qatar), Camberra (Austrália), Estocolmo (Suécia) ou Montreal (Canadá). Está também nove lugares à frente de Luanda que em 2017 era a cidade mais cara do mundo.

Este ranking, que compara custos de mais de 200 itens em cada local, entre eles alojamento, transportes, comida, roupa, bens domésticos e entretenimento, é liderado, agora, por Hong Kong, na China, seguida de Asgabade, no Turquemenistão, e Tóquio, no Japão, que fecha o top 3.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Lisboa sai do top 100 das cidades mais caras para viver

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião