Sempre sonhou criar o seu jogo? PlayStation Talents vai premiar as melhores ideias

  • Pessoas
  • 29 Julho 2020

O vencedor receberá 10.000 euros, um espaço de trabalho em Lisboa e a publicação do jogo na Playstation 4. Nesta edição, há prémios para o melhor jogo com temáticas de responsabilidade social.

Se é apaixonado por videojogos e sempre sonhou ver a sua ideia na Playstation, este concurso é para si. A 6ª. edição dos Prémios PlayStation®Talents, promovidos pela PlayStation®Portugal, vai voltar a desafiar o talento português na área dos videojogos. O vencedor ganha 10.000 euros em dinheiro, acesso a kits de desenvolvimento da PlayStation®4, um espaço físico para trabalhar em Lisboa durante 10 meses e verá o seu jogo lançado para a PlayStation®4.

Podem participar pequenos estúdios, estudantes universitários, jovens developers residentes em Portugal e empresas portuguesas que tenham faturado menos de 100 mil euros em 2019. As equipas devem ser compostas por, pelo menos, três tipos de perfis: game designer, programador e artista.

Nesta edição, a novidade é o Prémio PlayStation®Talents Especial Games for Good, que vai distinguir o jogo que melhor incorpore temáticas de responsabilidade social no seu conceito, e que contribua para um diálogo aberto sobre problemas da atualidade nacional e global. Os prémios Playstation têm ainda categorias secundárias para o jogo mais inovador, com a melhor narrativa, com a melhor arte ou o melhor jogo infantil.

Entre os vencedores das edições anteriores estão jogos como a experiência musical para o PlayStation®VR, VRock, Out of Line, KEO e o Back Then, um jogo com uma narrativa na primeira pessoa sobre a temática da doença de Alzheimer.

As candidaturas devem ser enviadas para o email premiosplaystation@premiosplaystation.com e devem incluir uma build jogável, um vídeo de apresentação do jogo, com um máximo de cinco minutos de duração, o documento de concept design em formato PDF, e os CV dos elementos da equipa.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Sempre sonhou criar o seu jogo? PlayStation Talents vai premiar as melhores ideias

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião