Banca aumenta exposição a setores mais vulneráveis

  • ECO
  • 11 Agosto 2020

No primeiro semestre a exposição da banca só diminuiu nos setores dos transportes e atividades administrativas. Nos restantes, o crédito aumentou, com destaque para o alojamento e restauração.

Há alguns setores que têm sido identificados como mais vulneráveis ao impacto da pandemia. E é a esses que a banca portuguesa tem vindo a aumentar a exposição, um risco para o qual o Banco de Portugal já alertou, segundo noticia o Jornal de Negócios (acesso pago) nesta terça-feira. O maior aumento de exposição aconteceu no setor de alojamento e restauração, aquele que tem sido mais penalizado pela crise atual.

No final do primeiro semestre, a carteira total de crédito às empresas ascendia a 73.280 milhões de euros, valor que representa uma subida de 1,1% em relação a igual período de 2019, refere o jornal. Nesse quadro, a exposição da banca só diminuiu nos setores dos transportes e de atividades administrativas. Em todos os restantes casos, aumentou, com destaque para o setor de alojamento e restauração.

No final de junho deste ano, a carteira de crédito total a empresas de alojamento e restauração ascendia a 5.936 milhões de euros, valor que representa uma subida de 19% face ao período homólogo. Este montante representava 8,1% do stock total de crédito concedido a todo o universo de empresas, quando, no final do primeiro semestre do ano passado, a exposição era de 6,88%.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Banca aumenta exposição a setores mais vulneráveis

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião