Quem tem a melhor oferta de luz, gás ou dual para si? Veja aqui

As opções mais em conta divergem consoante as famílias e o tipo de oferta, mas em praticamente todos os casos os fornecedores apresentam ofertas mais baratas do que a tarifa regulada.

As ofertas de eletricidade, gás natural e dual, para quem precisa dos dois, ficaram mais baratas no segundo trimestre do ano, sendo que, na maior parte dos casos, são as ofertas condicionadas que saem mais em conta para os consumidores. Para todos os tipos de cliente há uma opção que sai mais barata do que aquela do mercado regulado.

A poupança anual da oferta mais competitiva face ao mercado regulado pode chegar aos 539 euros, para as famílias numerosas que têm apenas eletricidade. Já entre as ofertas duais, a diferença pode chegar aos 291 euros anuais. Para quem tem gás natural, as poupanças rondam os 40 euros por ano.

A Endesa e a GoldEnergy destacam-se como as opções mais baratas em vários casos, segundo o boletim de ofertas comerciais de eletricidade e gás natural referentes ao segundo trimestre deste ano da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), que considera tanto as ofertas condicionadas como as padrão.

Já a LuzBoa sobressai nas ofertas para a eletricidade, sendo uma tarifa indexada ao mercado ibérico. Quanto às ofertas padrão, é a Muon que emerge como a opção mais em conta, para todos os tipos de família.

Para casal sem filhos

Para tarifários apenas de eletricidade, a LuzBoa é a opção mais barata, com uma fatura mensal que se fixa nos 31,01 euros. Já se excluirmos as ofertas condicionadas, é a Muon que fica mais em conta, por 32,93 euros mensais. A oferta mais competitiva de eletricidade face ao mercado regulado permite uma poupança de 76 euros anual.

Para os casais sem filhos que procurem uma oferta dual (eletricidade e gás), é na Endesa que vão encontrar a fatura mais barata, no valor de 43,30 euros por mês. Por outro lado, o fornecedor que pratica o preço mais caro é a Rolear, cuja oferta se fixa nos 56,30 euros mensais, mais de dez euros superior à mais barata.

Já para quem consome apenas gás natural, a tarifa mais barata é novamente da Endesa, com um valor de 9,12 euros por mês, que corresponde a uma poupança de 40 euros por ano em relação à tarifa regulada, tanto nas ofertas condicionadas como aquelas para o público geral. A fatura mais cara é da Audax, no valor de 19,78 euros mensais.

Para casal com dois filhos

Quando se olha para as tarifas mais vantajosas para o exemplo de uma família com dois filhos, a oferta comercial de eletricidade com menor fatura mensal “é uma oferta indexada ao mercado Ibérico de energia elétrica, da LuzBoa com um valor de 70,79 euros por mês, que corresponde a um desconto de 22% e uma poupança mensal de 20,00 euros em relação à Tarifa Regulada”, nota a ERSE. No entanto, quando se olha apenas para as ofertas padrão, é a Muon que sai mais em conta, com uma fatura mensal de 78,91 euros.

No que diz respeito à oferta dual, é a GoldEnergy a mais barata, com um valor de 100,97 euros por mês, valor que corresponde a uma poupança de 163 euros por ano em relação à tarifa regulada. Por outro lado, a Rolear é a oferta mais avultada, no valor de 125,83 euros por mês.

Para o gás natural, é a Endesa que se destaca, “com um valor de 19,64 euros por mês, que corresponde a um desconto de 17% e uma poupança mensal de 4,14 euros em relação à Tarifa Regulada”, diz a ERSE. Já a mais cara é a Audax, com uma fatura mensal de 32,25 euros, que fica mais de dez euros acima da oferta mais barata.

Para casal com quatro filhos

As famílias com mais filhos, que encaixam na terceira tipologia de consumidores analisada pela ERSE, encontram na LuzBoa a oferta comercial de eletricidade com menor fatura mensal, no valor de 146,66 euros. Esta oferta permite uma poupança anual de 539 euros, face à tarifa regulada. Já quando se ignoram as ofertas condicionadas, o fornecedor mais em conta é a Muon, por 169,54 euros mensais.

Para a oferta dual, de gás e eletricidade, é a GoldEnergy que tem a oferta mais barata, por 214,10 euros por mês, “que corresponde a um desconto de 10% e uma poupança mensal de 24,21 euros em relação à Tarifa Regulada”, nota a ERSE. Na outra ponta está a Rolear, com uma fatura mensal de 259,84 euros.

Aqueles que precisam apenas de gás natural têm na Iberdrola a oferta mais em conta, de 42,71 euros por mês. A poupança anual deste tarifário face ao mercado regulado é de 48 euros. Na outra ponta da tabela, a opção mais cara é a Rolear, com 259,84 mensais.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Quem tem a melhor oferta de luz, gás ou dual para si? Veja aqui

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião