China anima bolsas europeias. Lisboa segue ganhos

Praças europeias estão a ser animadas por sinais positivas na economia chinesa. Bolsa nacional está em alta, beneficiando do desempenho do setor energético.

A China, país onde surgiu o novo coronavírus, está a dar sinais de recuperação. A atividade económica está a acelerar, encaminhando-se para um regresso ao normal após as fortes quebras registadas por causa do confinamento. Na Europa, os investidores aplaudem, levando a ganhos nas principais praças do Velho Continente, movimento a que a bolsa nacional não fica indiferente.

Enquanto o Stoxx 600, que agrega as 600 maiores empresas da região, apresenta uma valorização de 0,2%, há várias bolsas com ganhos perto de 0,5%. Em Lisboa, o PSI-20 está a subir um pouco menos, somando 0,05% para cotar nos 4.343,67 pontos, nesta que é a última sessão do mês de agosto.

A puxar pela bolsa estão os títulos da energia, com a EDP a ganhar 0,63% e a EDP Renováveis a somar 0,28%, isto enquanto a Galp Energia avança 0,33% para cotar nos 9,17 euros.

A Jerónimo Martins dá uma ajuda ao índice nacional ao valorizar os mesmo 0,33% para os 13,85 euros, isto numa sessão que volta a ser de ganhos para a Mota-Engil que avança 2,63% para 1,714 euros, ainda animada pelo negócio com a CCCC.

A impedir uma subida mais expressiva da bolsa nacional estão as empresas do setor da pasta e papel, com a Semapa a liderar as quedas. A “holding” recua 0,52% para os 7,65 euros. Destaque ainda para a Nos que recua 0,3% para os 3,462 euros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

China anima bolsas europeias. Lisboa segue ganhos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião