Reino Unido decide sexta-feira sobre permanência de Portugal no corredor aéreo

O ministro da Saúde britânico vai tomar uma decisão sobre a permanência de Portugal e Grécia no corredor aéreo na sexta-feira.

A expectativa era a de que o Governo britânico decidisse esta quinta-feira se Portugal iria permanecer no corredor aéreo que permite viajar de e para o país sem ter de passar por um período de quarentena. Mas afinal, o veredicto só será conhecido na sexta-feira. Quem o revelou foi o próprio ministro britânico da Saúde, Matt Hancock, depois de pressionado a esclarecer as especulações de que Portugal e Grécia poderão ser removidos deste corredor.

Vamos publicar uma decisão amanhã, com base nos dados existentes e não vou antecipar qualquer decisão”, disse Hancock, em declarações à Sky News. Quando pressionado a esclarecer se uma pessoa que viaje para Portugal na sexta-feira terá de cumprir uma quarentena no regresso, o responsável apenas disse: “A resposta simples é que acompanhamos os dados e fazemos estes anúncios de uma forma organizada, à sexta-feira, à hora de almoço”. No entanto, não é inédito que a lista publicada no site do Governo seja atualizada às quintas-feiras.

Estamos preparados para tomar decisões de colocar países individuais de volta na lista da quarentena se for necessário, e mantemos isso em avaliação constante. As pessoas só devem viajar se estiverem preparadas para fazer quarentena se o vírus aumentar quando estiverem nesse país”, acrescentou.

Nos últimos três dias, o número de casos em Portugal foi superior a 20 por 100 mil pessoas – o que é motivo de alerta para o país britânico. A média atual da taxa de infeção dos últimos sete dias é de 22,7, comparativamente a 14,2 na semana anterior. Caso Portugal seja removido da lista de ‘países seguros’, apenas duas semanas depois, será obrigatória a quarentena de 14 dias para quem chega de Portugal a partir de sábado, às 04h00.

A eventual suspensão do corredor aéreo entre Portugal e o Reino Unido levanta preocupações no setor hoteleiro. A ser excluído, e é o que parece [que vai acontecer], são péssimas notícias” para o turismo português. “O último trimestre do ano fica comprometido”, disse ao ECO, a presidente da Associação de Hotelaria de Portugal (AHP). Com o anúncio da entrada no corredor aéreo as reservas só para o Algarve aumentaram 13% para setembro.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Reino Unido decide sexta-feira sobre permanência de Portugal no corredor aéreo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião